Atalhos de navegação:

    Saúde     Creches municipais se tornam livres do fumo Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Saúde

CRECHES MUNICIPAIS SE TORNAM LIVRES DO FUMO

O controle do tabagismo ganha mais um reforço nesta sexta-feira (29), no Recife. A Prefeitura do Recife entrega o título Ambientes Livres do Fumo às 62 creches e centros municipais de educação infantil da cidade. A cerimônia ocorrerá na Creche Municipal Professor Francisco do Amaral (avenida Agamenon Magalhães, s/n, Santo Amaro), às 8h, e contará com a presença das secretárias municipais de Saúde, Tereza Campos, e de Educação, Maria Luiza Aléssio.

Durante toda a manhã, serão desenvolvidas atividades lúdicas simultâneas, com teatro de fantoches, pinturas, oficinas de contadores de histórias, exibição de filmes, modelagem com argila e orientações sobre os cuidados à saúde para prevenção ao tabagismo. Paralelo à cerimônia oficial, outras cinco creches também realizarão atividades no mesmo dia, reunindo profissionais, convidados e familiares de todas as creches de cada distrito sanitário do município.

O evento é em comemoração ao Dia Nacional de Combate ao Fumo (29 de agosto), que tem como tema este ano “Ambiente 100% Livre do Fumo – Direito de Todos!”. A ação pretende sensibilizar os usuários e trabalhadores a diminuírem os riscos à saúde dos fumantes e fumantes passivos, chamando a atenção para a importância de se garantir espaços saudáveis não apenas em ambientes públicos, mas também nas residências.

Queremos irradiar a importância desta ação não só nas creches, mas também levar o questionamento para o ambiente familiar e comunitário para beneficiar adultos e crianças. Desde 2001, a Prefeitura vem trabalhando na política de controle do tabagismo para conscientizar a população recifense sobre os riscos da fumaça do cigarro e outros produtos derivados do tabaco, além de promover espaços cada vez mais saudáveis dentro da lógica do SUS”, afirma a secretária de Saúde do Recife, Tereza Campos.

Dados divulgados esta semana pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) e o Instituto de Saúde Coletiva da Universidade do Rio de Janeiro indicam que cerca de sete fumantes passivos residentes em áreas urbanas do país morrem por dia vítimas de doenças provocadas pela exposição ao tabagismo. Pelo menos 2.655 mortes de não-fumantes poderiam ser evitadas, anualmente, nessas áreas se a exposição à fumaça dos cigarros, charutos e cachimbos fosse evitada.

Além de provocar e agravar doenças respiratórias nas crianças, o tabagismo passivo causa outros problemas, a exemplo da síndrome da morte súbita infantil e de doenças crônicas, além do aborto espontâneo nas gestantes. A convivência com fumantes é considerada a terceira maior causa de morte evitável no mundo, perdendo apenas pelo fumo ativo e pelo alcoolismo.

Abrangência – A estimativa da Prefeitura é que a medida de tornar as creches e centros infantis Livres do Fumo beneficie diretamente mais de 16 mil crianças de zero a seis anos de idade, além de mais de 14 mil famílias e 4 mil funcionários. Com isso, Recife passa a contar com 7.834 ambientes saudáveis, livres da poluição tabagística, com 100% das creches, unidades de saúde e repartições públicas municipais, shopping centers, bares, boates, restaurantes e hotéis, além de entidades não-governamentais.

Para a entrega do certificado às creches e centros de educação infantil, foram qualificadas 62 novas Comissões Executivas de Controle do Tabagismo. Cada grupo vem atuando nos últimos meses, dando orientações aos funcionários, pais e responsáveis sobre tabagismo e informações em evidência sobre o tema. As capacitações foram realizadas durante todo o ano de 2008, sendo a última ocorrida no último dia 25. Ao todo, foram 12 horas de qualificação por turma, com mais de 4.000 trabalhadores orientados.

Com as novas equipes treinadas, a cidade conta agora com 1.325 trabalhadores atuando em Comissões Executivas, beneficiando mais de 155.000 trabalhadores na cidade. “Essas comissões vem atuando como co-gestores na política de controle do tabagismo, fazendo pactuações internas, esclarecendo dúvidas, discutindo a questão do tabagismo passivo, a estratégia da indústria do tabaco, a dependência química e as abordagens do fumante e mantendo a temática em evidência em cada instituição para garantia do Projeto Ambientes Livres do Fumo”, explica a coordenadora de Controle de Tabagismo e Outros Fatores de Risco de Câncer da Secretaria de Saúde do Recife, Maristela Menezes.

Matérias Relacionadas
- Profissionais da PCR discutem saúde da população em situação de rua
- Prefeitura e Conselho de Saúde capacitam conselheiros municipais
- PCR alerta crianças contra perigo das plantas tóxicas
- Conselheiros municipais são capacitados
- Universitários são vacinados contra rubéola
- Vacinação contra rubéola nos jogos do Santa Cruz e Náutico
- Centro médico de Casa Forte ganha nova sala de fisioterapia
- Experiência do Laboratório Municipal é apresentada em congresso
- Centro Médico Ermírio de Morais completa 10 anos
- PCR divulga cronograma de coleta da filariose
- Gincana movimenta campanha da rubéola
- Eventos nacionais e internacionais na agenda da Saúde
- Novos servidores da Saúde são capacitados para o Academia da Cidade
- Novos servidores da saúde recebem as boas-vindas
- Prefeitura promove vacinação itinerante contra rubéola
- Recife inicia novas estratégias para vacinação da rubéola
- Enfermeiros e outros profissionais de saúde recebem as boas-vindas
- Famílias recifenses são vacinadas contra pólio e rubéola
- Vacinação da rubéola e pólio é aberta no Gouveia de Barros
- Crianças das creches são vacinadas contra pólio


Enviar    Imprimir