Atalhos de navegação:

    IASC     Iasc promove oficina sobre Estatuto do Idoso Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco



 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

IASC

IASC PROMOVE OFICINA SOBRE ESTATUTO DO IDOSO

Narciso Lins
Encontro discutiu sobre preconceito
Encontro discutiu sobre preconceito

O Estatuto do Idoso foi o tema abordado na última palestra do ciclo de oficinas do mês de outubro, promovido pelo Instituto de Assistência Social e Cidadania (Iasc), ligado à Secretaria Municipal de Assistência Social. Cerca de 30 educadores sociais das 10 unidades de acolhida do Recife, entre elas de crianças, adolescentes, adultos e idosos, participaram, na manhã desta quarta-feira (29), do encontro na sede da autarquia, na rua Imperial, bairro de São José. A palestra foi ministrada pela titular da Gerência da Pessoa Idosa, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Segurança Cidadã, Karina Antunes.

O encontro também colocou em discussão os preconceitos com relação às pessoas da 3ª idade. “Muitas vezes os próprios familiares têm vergonha de assumir o parente idoso e acaba o deixando de lado. Isso é muito sério, pois essa ação é uma forma de estimular e agravar certas patologias mais específicas da faixa etária, como a depressão e as demências (Mal de Alzheimer e o Parkinson)”, disse Karina Antunes. Ainda de acordo com a titular da Gerência da Pessoa Idosa, ter mais de 60 não tem nada a ver com velhice e sedentarismo. “Isso é muito relativo depende da cabeça de cada um. Podemos citar como exemplo Ariano Suassuna que já é idoso, e extremamente consciente e ativo. Enquanto outros tantos, mais novos, não saem de casa, muitas vezes por opção própria”, compara.

Outro tema debatido foi o envelhecimento da população e a conseqüente atenção especial aos quem tem mais de 60 anos. “Nestas eleições fiquei responsável pelo prédio de um colégio nas Graças e a quantidade de pessoas com 70 anos votando me chamou atenção. Antes elas eram exceções, mas hoje em dia, essa parcela da sociedade já é considerada alta. É preciso adaptar a realidade e a rotina a essas pessoas”, alertou Antunes.

O ciclo de palestras de outubro começou no último dia 13. O objetivo dos encontros é qualificar os serviços sócio-assistenciais dos educadores sociais para que eles fiquem mais qualificados e aptos para se relacionar com o público da melhor maneira possível. Os temas foram selecionados com base no resultado de uma pesquisa realizada entre os profissionais, de acordo com as necessidades e vivências na rotina de cada um.

Matérias Relacionadas
- Secretária recebe visita do secretário executivo do Pronaf
- PCR participa do Dia da Responsabilidade Social na Universo
- Diretoria de Voluntariado assina parceria
- PCR debate exploração sexual de crianças e adolescentes
- Iasc promove campanha para estimular a doação responsável
- Palestra aborda Estatuto da Criança e do Adolescente no Iasc
- Prefeitura participa de lançamento do projeto Basta de Rua
- PCR promove encontro do Fórum de Direitos Humanos
- Crianças da Ilha do Chié assistem à peça no Teatro do Parque
- PCR participa do lançamento do Projeto Basta de Rua
- Prefeitura participa de mostra na Fundaj
- Creche em Entra Apuso comemora dia das crianças com festa
- Prefeitura debate segurança pública em encontro
- Palestra aborda violência doméstica contra crianças e adolescentes
- PCR participa de encontro sobre o Pronasci
- Dia das Crianças é comemorado com festa no Lar do Bem-te-Vi
- Curso capacita servidores sobre direitos das crianças e adolescentes
- Prefeitura participa de seminário na Fundaj
- Espaço Travessia comemora Dia das Crianças
- Prefeitura leva freqüentadores da APEC ao Catamarã


Enviar    Imprimir