Atalhos de navegação:

    Saúde     Pediatras participam de café da manhã sobre dengue Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Saúde

PEDIATRAS PARTICIPAM DE CAFÉ DA MANHÃ SOBRE DENGUE

 

O cuidado com a dengue em crianças é o foco da próxima estratégia preventiva da capital pernambucana. Em parceria com a Sociedade de Pediatria de Pernambuco, a Prefeitura do Recife promove um café da manhã, neste sábado (30), das 8h às 11h, no Hotel Atlante Plaza, em Boa Viagem, com pediatras que atuam na rede pública e privada da cidade. O objetivo é reforçar a importância do diagnóstico e tratamento na faixa etária infantil.

O aumento do risco de dengue em crianças nos últimos anos é a principal razão do encontro. No Recife, em 2003, o coeficiente de detecção entre os menores de 0 a 9 anos era de 5,21. Isso significa que havia, naquele ano, cinco casos para cada 100 mil habitantes. Em 2008, a relação na mesma faixa etária passou para 241 casos por 100 mil habitantes.

“A dengue ocorre em todas as faixas etárias. Entretanto, desde 2006, as crianças de 0 a 9 anos têm sido consideradas o grupo de maior risco para adoecimento, seguido dos adolescentes, que apresentam um coeficiente de detecção atualmente de 211,9 por 100 mil habitantes. Dentro das ações desenvolvidas pela Prefeitura para controle da dengue, o café tem o intuito é discutir com os pediatras a importância de estarem sempre atentos para os sinais e sintomas durante a consulta médica para um diagnóstico e tratamento adequados”, diz a gerente da Vigilância Epidemiológica das Doenças Transmissíveis da Secretaria de Saúde do Recife, Ana Antunes.

Ana Antunes será uma das palestrantes do evento. Ela apresentará a situação epidemiológica da dengue em crianças no Recife. Além dela, foram escaladas para falar a médica do Departamento de Doenças Infecciosas e Parasitárias do Hospital Oswaldo Cruz, Regina Coeli Ramos. Ela discutirá a importância do diagnóstico e tratamento, com estudo de caso. Já a coordenadora do Departamento de Infectologia da Sociedade de Pediatria e professora da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Pernambuco, Analíria Pimentel, debaterá com os pediatras as controvérsias da dengue em crianças.

“Em relação à dengue, não se pode relaxar. Queremos alertar os pediatras sobre a doença, tendo em vista que vivemos um período propício para o aumento de casos, com a ocorrência de chuva e sol. Como a criança desidrata muito facilmente, vamos abordar a necessidade do conhecimento da doença e, especialmente da hidratação para os casos suspeitos”, afirma a presidente da Sociedade de Pediatria de Pernambuco, Lúcia Trajano.

Em 2009, os casos de dengue diminuíram em relação ao ano passado no Recife. De janeiro até agora, foram confirmados 135 casos na população em geral, sendo 12 ocorrências na faixa etária dos 0 aos 9 anos e 18 entre 10 e 19 anos. No mesmo período de 2008, havia 2.337 confirmações de dengue, das quais 429 registros de 0 a 9 anos e 475, de 10 a 19 anos. “As crianças estão tão vulneráveis a adoecer por dengue quanto os adultos. Porém, observamos que os sintomas na faixa etária infantil, como a febre alta, podem ser confundidos com outras viroses. Por isso, é importante capacitar os pediatras para que a atenção seja constante”, afirma Analíria Pimentel.

Doença pneumocócica – Após o almoço, o tema em questão com os pediatras serão as doenças pneumocócicas. Haverá palestras abordando todas as doenças provocadas pelo Pneumococos e a prevenção com vacinas. O encontro ocorrerá das 13h30 às 17h no hotel. O Atlante Plaza fica na avenida Boa Viagem, 5.426, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife.

 

Matérias Relacionadas
- Feira de saúde movimenta UR-4 e UR-5 nesta sexta
- Recife continua vacinando idosos até esta sexta
- Recife prepara programação especial para marcar Dia Mundial Sem Tabaco
- CAPS Davi Capistrano comemora cinco anos com debates e festa
- Vigilância Sanitária chama atenção para a venda de carne vermelha
- Prefeitura promove palestras em evento de saúde do Exército
- Jornada celebra cinco anos do CAPS David Capistrano
- Recife qualifica profissionais que trabalham com saúde da mulher
- Municípios do Grande Recife elaboram proposta de rede de urgência integrada
- Recife ultrapassa meta e continua vacinando idosos
- Saúde apreende laticínios no Mercado de Casa Amarela
- Comerciantes de alimentos participam de capacitação promovida pela PCR
- Prefeitura orienta comerciantes sobre manuseio de alimentos
- Combate às hepatites virais tem campanha apoiada pela PCR
- Caminhada pela Luta Antimanicomial conta com participação da PCR
- Recife conta com 17 CAPS, sendo 11 para transtornos mentais
- PCR participa da caminhada pela Luta Antimanicomial
- Feira de serviços da PCR contempla catadores de sururu na Imbiribeira
- Vigilância Sanitária fiscaliza Feira de Tatuagem
- Técnicos do MS discutem modernização do Samu-Recife


Enviar    Imprimir