Atalhos de navegação:

    Saúde     Campanha vacina crianças contra pólio Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Saúde

CAMPANHA VACINA CRIANÇAS CONTRA PÓLIO
21:53 Sábado, 20 de Junho de 2009

Carlos Oliveira
Prefeitura do Recife disponibilizou 600 postos fixos
Prefeitura do Recife disponibilizou 600 postos fixos

Apenas duas gotinhas são suficientes para proteger a criança contra a poliomielite. Anualmente, todos menores de cinco anos de idade devem tomar as duas doses da vacina. Neste sábado (20), foi promovida a primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação Contra Poliomielite. Na capital pernambucana, a Prefeitura do Recife disponibilizou 600 postos fixos e volantes no horário das 8h às 17h para aplicar a dose. Um total de cinco mil pessoas, entre profissionais e estudantes da área da saúde, participou da estratégia.

Na Policlínica Gouveia de Barros, na Boa Vista, local escolhido para abertura do evento na cidade, o pequeno Luiz Queiroz, de 4 anos, foi uma das primeiras crianças a ser imunizada. “Todos os anos, trazemos nosso filho para tomar a vacina a fim de protegê-lo contra pólio. Essa é a nossa responsabilidade”, disse o pai de Luiz, o funcionário público Federal, Genival Queiroz. No Gouveia de Barros, um quarteto de músicos formado por violão, sanfona, zabumba e triângulo deram o tom junino a ação, recepcionando as crianças e pais que foram logo cedo participar da campanha.

“A vacina oral contra a pólio não tem contra-indicações e é a única forma de proteger as crianças contra a poliomielite. Há 20 anos, o Brasil não registra casos da doença. Entretanto, a pólio ainda é uma realidade em países da África e Ásia. Por isso, enquanto houver casos em outros lugares, a vacinação é fundamental para evitar que o vírus seja reintroduzido no país”, afirmou o assessor executivo da Secretaria de Saúde do Recife, Tiago Feitosa.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão são considerados países endêmicos. Em outros 15 países, os casos foram importados. Entre eles, Sudão, Uganda, Kenia, Benin, Angola, Togo, Burkina Faso, Niger, Mali, República da África Central, Chad, Cote Ivoire, Ghana, Nepal e República Dominicana do Congo. No Recife, o último caso foi registrado em 1988, enquanto que no Brasil a última ocorrência data de 1989, no município de Souza, na Paraíba.

Ações - No Recife, a meta da Secretaria Municipal de Saúde é imunizar 104.182 crianças menores de cinco anos (0 a 4 anos, 11 meses e 29 dias), o que representa 95% da população nessa faixa etária. Para isso, a Prefeitura vem realizando várias estratégias para assegurar a cobertura máxima. Uma delas é a parceria com os terreiros de matrizes africanas. Pioneira, a estratégia implantada em 2006 visa ampliar as ações da saúde junto à comunidade negra. Este ano, 17 terreiros foram incluídos na campanha da pólio.

Na manhã deste sábado, representantes do Ministério da Saúde visitaram juntamente com o secretário de Saúde do Recife, Gustavo Couto, os terreiros de Pai Luizinho e Mãe Diva, ambos no Alto Santa Isabel. Cilma Melo e Carmem Solange, da coordenação da Política Nacional de Atenção à Doença Falciforme do Ministério, aproveitaram o fato de estarem na cidade para participar do encontro que debateu o problema da doença falciforme em mulheres para conhecer a iniciativa do Recife.

Matérias Relacionadas
- PCR oferece teste rápido de HIV durante São João
- Arrasta-pé na Academia da Cidade agita Pólo Miguel de Cervantes
- Anemia falciforme em mulheres é discutida no Recife
- Encontro discute doença falciforme em mulheres
- Academia da Cidade trabalha ritmos juninos
- Secretário de Saúde do Recife assume diretoria do Conasems
- São João no CAPS Galdino Loreto
- Negociações entre PCR e odontólogos terminam greve
- PCR participa de audiência pública sobre dengue
- PCR fecha acordo com enfermeiros e greve termina
- Vigilância alerta para validade dos alimentos
- Vigilância realiza plantão no Sítio Trindade neste fim de semana
- Prefeito firma documento de valorização do trabalho médico
- Vigilância apreende mercadorias fora de validade
- Médicos da Prefeitura terminam paralisação
- Vigilância orienta consumidores e comerciantes no jogo da Seleção
- Vigilância Sanitária realiza plantão no Sítio Trindade
- Prefeitura reforça importância do teste do pezinho
- PCR realiza 13º Curso de Formação para Doula Comunitária Voluntária
- Saúde ambiental é tema de seminário para profissionais da área


Enviar    Imprimir