Atalhos de navegação:

    Saúde     Seminário debate saúde mental no Nordeste Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Saúde

SEMINÁRIO DEBATE SAÚDE MENTAL NO NORDESTE
17:47 Segunda-feira, 22 de Junho de 2009

A capital pernambucana sediará o Seminário Nordestino da Rede de Atenção Psicossocial. O evento, uma parceria entre o Ministério da Saúde e a Prefeitura do Recife, ocorrerá nesta quinta-feira (25), das 9h30 às 15h30, no Teatro da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que fica na Avenida dos Reitores, na Cidade Universitária. Um dos pontos altos é a conferência do diretor da Saúde Mental e Abuso de Substâncias da Organização Mundial de Saúde (OMS), Benedetto Saraceno. Ele falará sobre os principais desafios na política de saúde mental dentro do contexto socioeconômico do Nordeste.

A intenção é promover um debate entre os diversos coordenadores estaduais e municipais da região sobre o tema. Outro ponto em discussão é a substituição do tratamento convencional por meio dos hospitais psiquiátricos pela assistência prestada pelos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e serviços de saúde mental nas emergências. O encontro faz parte de uma agenda de discussões da OMS que engloba as demais regiões do País. Outros dois encontros estão agendados: um em São Paulo, voltado para o eixo Sul-Sudeste, e outro em Brasília, para o Norte e Centro-Oeste.

Rede municipal – Desde 2001, a Prefeitura do Recife vem atuando para reverter a política de saúde mental, centrada na internação hospitalar, afirmando os princípios da Reforma Psiquiátrica. Para isso, procurou evitar as internações desnecessárias, avançando na resolutividade dos serviços ambulatoriais e recuperando os pacientes em internações crônicas. A Cidade conta com uma das maiores redes de CAPS do Brasil. São ao todo 17 centros, dos quais 11 destinados a tratar de pacientes que sofrem de transtornos mentais (sendo um CAPS 24 horas, dois infantis e um para adolescentes) e 6 voltados para cuidar dos usuários de álcool, fumo e outras drogas. Na área da saúde mental, a Capital possui ainda 11 residências terapêuticas, onde vivem 72 ex-moradores de hospitais psiquiátricos que tiveram alta médica, mas perderam os vínculos familiares.

Serviço
Seminário Nordestino da Rede de Atenção Psicossocial
Quinta-feira (25), das 9h30 às 15h30
Teatro da UFPE (avenida dos Reitores, Cidade Universitária)

Matérias Relacionadas
- Vigilância Sanitária faz plantão no São João
- Campanha vacina crianças contra pólio
- PCR oferece teste rápido de HIV durante São João
- Arrasta-pé na Academia da Cidade agita Pólo Miguel de Cervantes
- Anemia falciforme em mulheres é discutida no Recife
- Encontro discute doença falciforme em mulheres
- Academia da Cidade trabalha ritmos juninos
- Secretário de Saúde do Recife assume diretoria do Conasems
- São João no CAPS Galdino Loreto
- Negociações entre PCR e odontólogos terminam greve
- PCR participa de audiência pública sobre dengue
- PCR fecha acordo com enfermeiros e greve termina
- Vigilância alerta para validade dos alimentos
- Vigilância realiza plantão no Sítio Trindade neste fim de semana
- Prefeito firma documento de valorização do trabalho médico
- Vigilância apreende mercadorias fora de validade
- Médicos da Prefeitura terminam paralisação
- Vigilância orienta consumidores e comerciantes no jogo da Seleção
- Vigilância Sanitária realiza plantão no Sítio Trindade
- Prefeitura reforça importância do teste do pezinho


Enviar    Imprimir