Atalhos de navegação:

    Saúde     Opas apoiará ações de filariose no Recife Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Saúde

OPAS APOIARÁ AÇÕES DE FILARIOSE NO RECIFE
17:49 Terça-feira, 30 de Junho de 2009

As ações de combate à filariose na capital pernambucana terão um incremento financeiro e técnico da Organização Panamericana de Saúde (Opas). A entidade vai liberar recursos da ordem de 600 mil dólares para Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes. A proposta da Opas é construir um projeto conjunto de controle e eliminação a partir das realidades e necessidades de cada município, tendo como base doenças como filariose, hanseníase e esquistossomose.

Os recursos deverão ser liberados ainda no segundo semestre deste ano. Ontem (29), os secretários de saúde Gustavo Couto (Recife), Tereza Miranda (Olinda) e Gessiane Paulino (Jaboatão) estiveram reunidos com Rosa Castália Soares, consultora em Doenças Negligenciadas da Opas, no Gabinete da Secretaria de Saúde do Recife a fim de discutir os principais aspectos dos planos de trabalho. Ela ficará na Cidade até amanhã (1º/07). “Os três municípios escolhidos possuem capacidade operacional e já realizam ações de controle e eliminação. Nossa intenção é que os recursos sejam utilizados para complementar as iniciativas já realizadas por cada um deles. No caso da filariose, a meta da Organização Mundial de Saúde (OMS) é eliminar a doença no mundo até 2015”, disse Rosa.

Segundo ela, a filariose será o ponto em comum dos três municípios. Porém, cada um em separado desenvolverá iniciativas para outras doenças. Recife, por exemplo, também desenvolverá ações de combate à hanseníase. O projeto piloto é financiado pela Opas e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e está sendo desenvolvido em duas áreas na América Latina: nos três municípios da Região Metropolitana do Recife e no estado de Chiapas, no México.

Filariose – No Brasil, os municípios do Recife, de Olinda e de Jaboatão ainda registram casos de filariose. Na capital pernambucana, o controle da filariose é considerado prioridade. Para isso, foi criado o programa Xô Filariose, em 2003, com a finalidade de tratar as pessoas acometidas pela doença, dando-lhes atenção integral e associando o trabalho ao controle da muriçoca. “A proposta da Opas vem potencializar o trabalho desenvolvido pela Prefeitura do Recife no sentido de eliminar a doença”, diz o secretário de Saúde do Recife, Gustavo Couto.

De 2003 a 2007, 212.654 recifenses participaram do Tratamento Coletivo, sempre com uma cobertura anual igual ou superior a 81%. Ano passado, 84% da população elegível foi coberta, o que representa 149.168 pessoas. Realizada uma vez por ano nas áreas de maior prevalência, a estratégia é uma recomendação da OMS para eliminação da doença. Além do tratamento em massa, a Prefeitura oferece o teste da gota espessa o ano inteiro. Realizado das 22h à meia-noite, o exame consiste na coleta de sangue através de um furo no dedo. O teste é importante para identificar as novas ocorrências, verificar se houve redução da doença nas áreas tratadas e detectar registros em pontos que não são considerados endêmicos. Em 2007, 169 casos foram detectados no Recife. Em 2008, o número de registros caiu, passando para 58. Este ano, até o mês de junho, existem 15 casos positivos para a doença.

Matérias Relacionadas
- Teste rápido de HIV no Sítio Trindade é ampliado até São Pedro
- PCR promove caminhada contra violência ao idoso
- Seminário debate reforma no atendimento à saúde mental
- Seminário debate saúde mental no Nordeste
- Vigilância Sanitária faz plantão no São João
- Campanha vacina crianças contra pólio
- PCR oferece teste rápido de HIV durante São João
- Arrasta-pé na Academia da Cidade agita Pólo Miguel de Cervantes
- Anemia falciforme em mulheres é discutida no Recife
- Encontro discute doença falciforme em mulheres
- Academia da Cidade trabalha ritmos juninos
- Secretário de Saúde do Recife assume diretoria do Conasems
- São João no CAPS Galdino Loreto
- Negociações entre PCR e odontólogos terminam greve
- PCR participa de audiência pública sobre dengue
- PCR fecha acordo com enfermeiros e greve termina
- Vigilância alerta para validade dos alimentos
- Vigilância realiza plantão no Sítio Trindade neste fim de semana
- Prefeito firma documento de valorização do trabalho médico
- Vigilância apreende mercadorias fora de validade


Enviar    Imprimir