Atalhos de navegação:

    Saúde     Mutirão alerta para importância do tratamento da hanseníase Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Saúde

MUTIRÃO ALERTA PARA IMPORTÂNCIA DO TRATAMENTO DA HANSENÍASE
00:00 Segunda-feira, 6 de Julho de 2009

José Alves
Mutirão de identificação de casos de hanseníase
Mutirão de identificação de casos de hanseníase

Dia do Espelho. Esse é o nome do mutirão de identificação de casos de hanseníase, realizado na manhã desta segunda-feira (6), no bairro do Coqueiral, Zona Sudoeste do Recife. Promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, a atividade teve como objetivo ensinar a população como realizar o exame e diagnosticar a enfermidade.

O nome da ação surgiu por causa da importância do espelho para a visibilidade das manchas e das lesões, pois, com ele, é possível olhar para todas as partes do corpo”, explicou a diretora do Distrito Sanitário V, Rita Tenório. Na ocasião, os participantes puderam, ainda, fazer testes e receber dicas dos odontólogos e enfermeiros, sobre o câncer de boca e o auto-exame para identificação do câncer de mama. “Dessa forma queremos aproximar mais a comunidade dos serviços de saúde”, disse Tenório.

Os 14 profissionais que participaram do mutirão alertavam também, para a importância do diagnóstico precoce. “O problema é que muita gente não assume a doença, esconde as marcas, pois havia, no passado, o tabu que a relacionava com a lepra”, lembrou a diretora. Mas, segundo o professor municipal Eduardo Andrade, de 26 anos, isso deve, definitivamente, ficar para trás. “Nunca tive vergonha, pelo contrário. Procurei ajuda médica no exato momento em que vi a mancha no meu pé. Insisti e não tive vergonha, nem escondi a hanseníase. Hoje, seis meses depois, estou curado”, comemorou. E ele foi mais além, por iniciativa própria, tornou-se um multiplicador no bairro. “Aproveitei a minha situação e promovi palestras e campanha de esclarecimento diante das crianças. Dessa forma elas podem ficar atentas e até mesmo procurar ajuda, caso seja necessário”.

Caso diagnosticado algum portador da doença, automaticamente a pessoa será aconselhada a procurar o serviço de saúde. Qualquer PSF está capacitado para diagnosticar e realizar o tratamento. Mas, caso a localidade não tenha, a população pode procurar a Policlínica Agamenon, que funciona no posto do Barro”, propôs Rita Tenório.

Desde o ano passado, o PSF Coqueiral realiza o Dia do Espelho para os moradores da região possam ter orientação, diagnóstico precoce e tratamento adequados. Atualmente, 11 pacientes estão sendo acompanhados pela unidade, dos quais seis foram detectados após a última ação realizada em dezembro de 2008. No Até maio deste ano, 267 novos casos foram descobertos no Recife.

SAIBA MAIS

O que é a hanseníase?
Doença infecto-contagiosa causada pela bactéria Mycobaterium leprae (que penetra no organismo através das vias respiratórias). Quando não tratada precocemente, pode provocar deformidades e incapacidades que permanecem por toda a vida, após a cura. Atualmente, é um dos maiores problemas de saúde pública do Brasil, sendo considerada prioridade para o Ministério da Saúde.

Como se dá a transmissão?
Pelas vias aéreas: uma pessoa infectada libera o bacilo no ar, criando a possibilidade de contágio. No entanto, a infecção dificilmente ocorre depois de um simples contato social. Ele deve ser íntimo e freqüente.

Quais os principais sintomas?
- Manchas na pele esbranquiçadas ou avermelhadas com diminuição da sensibilidade. Dormentes, essas manchas não doem, não coçam e não incomodam. Por isso, muitas vezes passam despercebidas se localizadas em partes do corpo não freqüentemente observadas, como costas e nádegas.
- Diminuição da sensibilidade ou formigamento de extremidades de mãos, pés e olhos, possibilitando ferimentos, queimaduras ou ulcerações sem dor e podendo levar a complicações, como infecções locais, sem que as pessoas sintam dor;
- Diminuição ou perda de força muscular em mãos, pés e pálpebras, levando à queda de objetos ou um andar arrastado ou o ressecamento dos olhos por não conseguir fechar as pálpebras direito.

Onde encontrar tratamento?
Na rede municipal do Recife, o tratamento é gratuito e encontra-se disponível nos PSFs e nas policlínicas que são referência para a doença. Entre elas, estão Waldemar de Oliveira (Santo Amaro), Gouveia de Barros (Boa Vista), Amaury Coutinho (Campina do Barreto), Lessa de Andrade (Madalena), Pina (Pina), Arnaldo Marques (Ibura) e Agamenon Magalhães (Afogados). O Centro de Saúde Clementino Fraga (Vasco da Gama) também é referência em hanseníase.

Matérias Relacionadas
- PCR realiza ação para diagnóstico da hanseníase
- Estratégias da PCR reduzem números da dengue no Recife em 94%
- Acaba greve de farmacêuticos da rede municipal de saúde
- Academia da Cidade estimula atividades físicas durante as férias escolares
- Opas apoiará ações de filariose no Recife
- Teste rápido de HIV no Sítio Trindade é ampliado até São Pedro
- PCR promove caminhada contra violência ao idoso
- Seminário debate reforma no atendimento à saúde mental
- Seminário debate saúde mental no Nordeste
- Vigilância Sanitária faz plantão no São João
- Campanha vacina crianças contra pólio
- PCR oferece teste rápido de HIV durante São João
- Arrasta-pé na Academia da Cidade agita Pólo Miguel de Cervantes
- Anemia falciforme em mulheres é discutida no Recife
- Encontro discute doença falciforme em mulheres
- Academia da Cidade trabalha ritmos juninos
- Secretário de Saúde do Recife assume diretoria do Conasems
- São João no CAPS Galdino Loreto
- Negociações entre PCR e odontólogos terminam greve
- PCR participa de audiência pública sobre dengue


Enviar    Imprimir