Atalhos de navegação:

    Saúde     Agentes de saúde recebem capacitação sobre câncer de mama Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Saúde

AGENTES DE SAÚDE RECEBEM CAPACITAÇÃO SOBRE CÂNCER DE MAMA
00:00 Terça-feira, 14 de Julho de 2009

Inaldo Menezes
Rastreamento começará em agosto
Rastreamento começará em agosto

A partir do mês de agosto, cerca de 300 agentes comunitários de saúde (ACSs) que atuam no Distrito Sanitário II do Recife, zona Norte da Cidade, iniciam um trabalho de rastreamento junto às mulheres na faixa etária de 40 a 70 anos para identificar casos de câncer de mama e aquelas de apresentam fatores de risco que podem resultar na doença.

O levantamento será feito nos bairros do Cajueiro, Fundão, Alto do Maracanã, Alto do Capitão, Córrego do Curió, Dois Unidos e Sítio do Rosário. A expectativa da Secretaria de Saúde do Recife é que mais de quinze mil mulheres sejam beneficiadas com o trabalho das agentes comunitárias.

Durante a capacitação, que foi encerrada na tarde desta terça-feira (14), no Auditório Capiba, no edifício-sede da Prefeitura do Recife, os agentes foram orientados pelo ginecologista Danilo Campos, médico da Gerência de Atenção à Mulher, da Secretaria de Saúde do Recife, sobre como abordar as pacientes, orientá-las sobre o auto-exame e encaminhá-las às Unidades de Saúde da Família (USF) para exames mais completos com médicos e enfermeiros da rede municipal.

Questionário - A campanha, intitulada Amigas do peito, tem como propósito detectar, por meio da aplicação de um questionário, se as mulheres entrevistadas estão dentre aquelas que apresentam maior risco de desenvolver a enfermidade. No questionário, as pacientes responderão perguntas sobre alimentação, hábitos de vida e histórico genético, além de informações sobre exames periódicos (mamografia e ultrassonografia da mama).

De acordo com o ginecologista Danilo Campos, “os agentes comunitários são importantes instrumentos para o rastreamento dessas mulheres, uma vez que muitas delas acabam, por falta de informação, não diagnosticando o problema a tempo. Devemos considerar que, mais importante do que prevenir é identificar. E por isso a capacitação desses agentes é necessária para que eles cheguem às pacientes e possam conscientizá-las da necessidade dos exames”, enfatiza o médico.

O Distrito Sanitário II é o quarto a receber a capacitação – o trabalho de sensibilização já foi realizado com os agentes comunitários dos Distritos I, III e VI.

Sala das Mamas – A Policlínica Gouveia de Barros (Pátio de Santa Cruz, s/nº, Boa Vista) oferece, diariamente, um serviço em que é possível auto-exame das mamas com o acompanhamento de enfermeiros e auxiliares. Trata-se da sala das mamas, um local fechado onde existe um espelho, no qual as mulheres podem se ver enquanto realizam o toque para a detecção de possíveis nódulos e receberem orientações. O serviço funciona das 8h ao meio-dia. Criada em 2003, a Sala das Mamas recebe, em média, de 15 a 20 pessoas por dia.

Matérias Relacionadas
- Terreiro de candomblé sedia oficina sobre aleitamento
- Aleitamento materno é tema de oficina em Terreiros do Recife
- Conferência Municipal de Saúde
- Saúde promove oficinas sobre amamentação em terreiros do Recife
- Mutirão alerta para importância do tratamento da hanseníase
- PCR realiza ação para diagnóstico da hanseníase
- Estratégias da PCR reduzem números da dengue no Recife em 94%
- Acaba greve de farmacêuticos da rede municipal de saúde
- Academia da Cidade estimula atividades físicas durante as férias escolares
- Opas apoiará ações de filariose no Recife
- Teste rápido de HIV no Sítio Trindade é ampliado até São Pedro
- PCR promove caminhada contra violência ao idoso
- Seminário debate reforma no atendimento à saúde mental
- Seminário debate saúde mental no Nordeste
- Vigilância Sanitária faz plantão no São João
- Campanha vacina crianças contra pólio
- PCR oferece teste rápido de HIV durante São João
- Arrasta-pé na Academia da Cidade agita Pólo Miguel de Cervantes
- Anemia falciforme em mulheres é discutida no Recife
- Encontro discute doença falciforme em mulheres


Enviar    Imprimir