Atalhos de navegação:

    Direitos Humanos e Segurança Cidadã     Monitores dos Círculos Populares debatem Racismo Institucional Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Direitos Humanos e Segurança Cidadã

MONITORES DOS CÍRCULOS POPULARES DEBATEM RACISMO INSTITUCIONAL
13:14 Quinta-feira, 19 de Novembro de 2009

Nesta quinta-feira (19), o Geraldão e a Secretaria de Direitos Humanos e Segurança Cidadã, através da Gerência de Igualdade Racial, promoveram um debate com os monitores dos Círculos Populares de Esporte e Lazer (CPEL). A atividade faz parte da programação da Prefeitura do Recife para o mês da Consciência Negra, cuja data é comemorada nacionalmente em 20 de novembro, em alusão ao aniversário de morte do líder negro Zumbi dos Palmares.

O encontro começou com a exibição do vídeo “Vista minha Pele”, do CEERP, uma instituição de São Paulo que trabalha a questão do racismo. A narrativa se passa numa escola e mostra a disputa entre duas garotas, uma negra e outra branca, durante um concurso para a escolha da Rainha do Milho. Em seguida, foi aberta a roda de diálogos. “Essa iniciativa mostra o trabalho do poder público municipal na construção de políticas públicas de combate ao racismo. Esse diálogo com os monitores do Geraldão é fundamental, pois eles atuam diretamente com a população e serão os difusores dessas questões”, disse o representante do Programa de Combate ao Racismo Institucional, Pedro Cavalcante.

A temática de combate ao racismo já faz parte indiretamente de algumas ações do Geraldão, como as aulas de percussão, dança afro e teatro. Pretendemos intensificá-la e ampliá-la, através da parceria com a Secretaria de Direitos Humanos e Segurança Cidadã”, explicou a diretora de Lazer e Cidadania em exercício, Graziella Sobral. O debate contou também, com a participação de monitores das Diretorias da Juventude e Esporte do Geraldão.

Outras atividades já estão agendadas. No dia 21 de novembro, das 15h às 21h, o Centro Social Urbano (CSU) Afrânio Godoy, no Alto Santa Terezinha, recebe a roda de diálogos. Já no dia 27, das 15h às 19h, o evento chega à Praça do Morro da Conceição. Nos dois locais, a programação conta com oficinas de capoeira, percussão, e break dance e apresentações culturais com grupos das comunidades que atuam no fortalecimento da identidade racial. Ainda no Alto Santa Terezinha, ao final das oficinas acontecerá uma caminhada do Alto do Pascoal ao CSU Afrânio Godoy, visando sensibilizar a população no combate ao racismo.

Matérias Relacionadas
- Prefeitura promove 5ª Caminhada da Consciência Negra
- Palestra do Fórum de Direitos Humanos acontece no Ibura
- SDH participa de oficina internacional em João Pessoa
- Usuários participam de debates e feira de serviços no Caps de Afogados
- Reunião debate ações de Direitos Humanos
- Gabinete de Gestão Integrada Municipal discute segurança pública
- PCR apoia Terceira Caminhada dos Terreiros de Matriz Africana e Afro-brasileiro
- Trabalho após aposentadoria é tema do Fórum de Envelhecimento Ativo
- Trabalho após aposentadoria é tema do Fórum do Envelhecimento Ativo
- Programação
- Prefeitura apóia 4 ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos na América do Sul
- Mustardinha recebe Projeto Quintas da Diversidade
- PCR promove ação Conte Comigo na Escola Herbert de Souza
- Futuros membros do Conselho Municipal de Juventude são escolhidos
- Eleição do CMPPJ-Recife acontece neste sábado
- PCR realiza nova palestra sobre Direitos Humanos na Unicap
- Geração de Direitos Humanos é tema de palestra em fórum
- Fórum de Envelhecimento Ativo debate Problemas Cotidianos da Memória
- Voluntários da Cidadania participam do V Festival de Música do Coep
- Gabinete de Gestão Integrada Municipal reúne-se para debater segurança pública


Enviar    Imprimir