Atalhos de navegação:

    Carnaval Multicultural do Recife     Ursos e tribos desfilam no Centro do Recife Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 
RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Carnaval Multicultural do Recife

URSOS E TRIBOS DESFILAM NO CENTRO DO RECIFE
22:20 Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2010

Inaldo Menezes
Polo Nossa Senhora do Carmo
Polo Nossa Senhora do Carmo

A tradicional diversidade do Carnaval pernambucano foi destaque na tarde desta terça-feira (16), no Polo Nossa Senhora do Carmo (São José), no Concurso de Agremiações do Grupo I e especial, onde desfilaram ursos e tribos de Baque Solto.

Os ursos, primeira agremiação a desfilar, encantaram o público com a riqueza nas indumentárias e na criatividade dos temas escolhidos. O resultado do concurso será divulgado no Polo das Fantasias na próxima quinta-feira (18), a partir das 10h, e o desfile das campeãs será no dia 20, no Marco Zero, a partir das 16h. As premiações variam de R$1.250 a R$ 5.000 (grupo I) e de R$2.500 a R$ 10.000 (grupo especial), para as duas melhores agremiações de cada uma das nove modalidades participantes.

O Urso Zé da Pinga, do Pina, homenageou o São João, aproveitando o som da sanfona, que é usada exclusivamente nos ursos no Carnaval. A curiosidade é a origem dessa agremiação, fundada em 1985 graças a forte ligação da presidente do Urso, a mãe de santo Edileuza Lira com uma entidade chamada Zé da Pinga. “Ele viveu no tempo de Iaiá Ioiô, que vivia na minha casa. Zé da Pinga, que é muito querido por mim, me disse uma vez que costumava trair muito a mulher quando era vivo. Um dia descobriu que foi traído e se enforcou. O urso é em homenagem a ele”, contou.

A Tribo Tupi Guarani, do bairro de Caixa D’Água, foi campeã no ano passado e novamente desfilou pelo título. Segundo o mestre da tribo, Josiel de Souza, o desfile é um reconhecimento pelo trabalho da comunidade. “É um orgulho mostrar nossa cultura. Temos adereços de mão, leque, machadinha e nosso coração, que é o estandarte”, disse. O público que acompanhou o desfile aprovou o que viu. Para a doméstica Denise Maria, 53 anos, do Torreão, o concurso de agremiações é sempre uma ótima opção de lazer. “É bom, pois anima as pessoas. Gosto muito de acompanhar e venho todos os anos”, contou.

Matérias Relacionadas
- Agremiação 4 de Outubro mistura frevo e samba
- Afoxé Obá Alirá se apresenta em Casa Amarela
- Criançada faz festa em Casa Amarela
- Bloco Memória da Infância se apresenta no Polo Chão de Estrelas
- Concurso de agremiações do grupo de aceso movimenta Avenida do Forte
- Índios Tupi Nambá abrem o 6º Encontro de Cultura Indígena
- Índios e caboclinhos se apresentam em Chão de Estrelas
- Benito de Paula leva romantismo Para o Polo de Nova Descoberta
- Mestre da guitarra volta ao Recife após 20 anos
- Forrozeiros mostram desenvoltura e Dão show de frevo em Brasília Teimosa
- Dudu Nobre anima multidão no Marco Zero
- O samba carioca agita a terra do frevo
- Noite de Carnaval em Casa Amarela celebrada com muita alegria
- O samba toma conta do Marco Zero
- Apresentação de bloco lírico transformam o visual do Recife
- Cordel do Fogo Encantado levanta platéia no polo Casa Amarela ao delírio
- Escolas de samba levam brilho ao Carnaval recifense
- Lenine contagia o público do polo Casa Amarela
- Fãs emocionados fazem a festa no show de NX Zero
- Rec-Beat agita o público no Cais da Alfândega


Enviar    Imprimir