Atalhos de navegação:

    Cultura     OSR estreia temporada 2010 com Sinfonia de Mahler Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Cultura

OSR ESTREIA TEMPORADA 2010 COM SINFONIA DE MAHLER
00:00 Terça-feira, 6 de Abril de 2010

Paulo Lopes
Apresentação será no Teatro Santa Isabel
Apresentação será no Teatro Santa Isabel

A Orquestra Sinfônica do Recife dá início, nesta semana, à temporada de apresentações 2010. Regida pelo maestro Osman Gioia, a OSR sobe ao palco com cem músicos para executar um grande concerto que promete ser memorável. O repertório escolhido para a ocasião foi a Primeira Sinfonia de Gustav Mahler, uma das peças mais complexas da música erudita. A apresentação acontece no Teatro Santa Isabel, nesta quarta-feira (7), às 20h.

Composta entre os anos de 1884 e 1888, a primeira das nove sinfonias de Mahler possuía inicialmente cinco movimentos, porém o autor a reduziu a quatro movimentos. Trazendo melodias de gosto popular e de profundos sentimentos, a peça traduz a época em que Mahler viveu um contato mais direto com a natureza, suas primeiras descobertas no amor, bem como a melancolia presente em toda sua obra.

Para executar a Primeira Sinfonia com perfeição, a OSR ensaiou durante três semanas e sobe ao palco com cem músicos, sendo 15 convidados. A obra de Mahler exige alguns instrumentos a mais do que o usual, como é o caso das trompas e dos tímpanos. Em vez de quatro trompas, teremos sete, e em vez de um tímpano, teremos dois, explica o maestro Osman Gioia. Ele conta ainda que a apresentação é uma homenagem aos 150 anos do compositor.

Gustav Mahler - O grande e nostálgico compositor, nascido em Kalischt, um povoado da Áustria, foi perseguidor de uma perfeição humana que nunca se pode alcançar.

Foi mestre capela, dirigiu a Ópera Imperial de Viena e, mesmo em meio ao trabalho intenso dessa época, compôs nove Sinfonias que em boa parte rompem com todos os marcos conhecidos. Além das nove sinfonias, compôs vários ciclos de belíssimas canções e o fragmento de uma décima sinfonia.

A música mahleriana é, ainda hoje, objeto de intensa discussão. Talvez tenha sido ele o último representante de um mundo em extinção, de um pós-romantismo cujas vozes e gestos representam a derradeira voz de uma geração situada aquém das duas grandes guerras que modificaram o mundo do século XX.

Serviço:
Orquestra Sinfônica do Recife
Quando: dia 7 de abril
Onde: Teatro Santa Isabel
Horário: 20h
Entrada franca

Matérias Relacionadas
- Biblioteca de Afogados exibe o filme Piaf – Um Hino de Amor
- Começam as obras no Paço do Frevo
- Terça Negra apresenta cultura afro-brasileira no Pátio
- Folkcomunicação é tema de debate no Museu de Arte Popular
- História e cultura do Recife são temas de curso promovido pela FCCR
- Encenação da Paixão de Cristo emociona público no Marco Zero
- Avatar entra em cartaz no Cinema do Parque
- Pátio Sonoro apresenta The Trumps e Fiddy nesta sexta
- Le Parkour toma conta das ruas do Recife
- Centro de Artes Visuais recebe exposição de graffiti
- Frevo o ano inteiro para um corpo em forma
- PCR começa a receber solicitações de apoio para São João 2010
- PCR apoia Paixão de Cristo do Recife
- Amanhã é Depois, Hoje é Brinquedo no projeto Educação para o Teatro
- Banda Sinfônica toca Beatles no primeiro concerto do ano
- Terça Negra movimenta noite do Pátio de São Pedro
- Biblioteca de Afogados exibe o filme Uma Chance para Viver
- Programa Multicultural indica alunos para oficina com Rico Lins
- Cine Apolo e Parque divulgam programação da semana
- Shows e exibiçoes encerram Semana CS Propagando


Enviar    Imprimir