Atalhos de navegação:

    A Prefeitura     Prefeito acompanha presidente no lançamento do navio João Cândido Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco



RSS lista de noticias O que é isso?


A Prefeitura

PREFEITO ACOMPANHA PRESIDENTE NO LANÇAMENTO DO NAVIO JOÃO CÂNDIDO
18:01 Sexta-feira, 7 de Maio de 2010

Paulo Lopes
Lançamento foi no Complexo Portuário de Suape
Lançamento foi no Complexo Portuário de Suape

GALERIAS DE FOTOS
Mais fotos

O prefeito do Recife, João da Costa, acompanhou o presidente Lula e a comitiva dele, durante o lançamento do primeiro navio construído no Estaleiro Atlântico Sul (EAS), o João Cândido. A cerimônia aconteceu na manhã desta sexta-feira, (7), no Complexo Portuário de Suape, onde estiveram cerca de 3,7 mil funcionários do EAS e 2,5 mil convidados.

Também estiveram na comitiva presidencial os ministros Paulo Sérgio Passos (Transportes), Eloi Ferreira (Políticas de Promoção da Igualdade Racial), Augusto Wagner Padilha Martins (Portos), a ex-ministra Dilma Rousseff, o governador de Pernambuco, Eudardo Campos e a primeira-dama Renata Campos, o vice-governador João Lyra Neto, os presidentes Ângelo Belellis (EAS), Sérgio Machado (Transpetro), José Sérgio Gabrielli (Petrobrás), José de Lima Andrade Neto (Petrobrás Distribuidora), além de deputados federais e estaduais e de Aldaberto Nascimento Cândido, filho de João Candido.

A embarcação do tipo Suezmax tem 274 metros de comprimento e capacidade para transportar um milhão de barris de petróleo. O investimento da empresa em treinamento foi de R$ 112 milhões, incluindo os R$ 3,5 milhões aportados no Centro de Treinamento. “A construção do navio é a auto-afirmação de um povo. E foram esses cidadãos que estão aqui que um dia eram vistos apenas com os altos índices de violência, ou mão de obra no Sudeste e no Sul, que fizeram nascer esse bem tão importante para o Brasil”, disse o presidente Lula.

Para o presidente da Transpetro, Sérgio Machado, trata-se de um momento histórico e de reconstrução. “É o renascimento da indústria naval brasileira e o nascimento da indústria naval em Pernambuco”. Já o presidente do EAS, Ângelo Belellis lembrou : “Estamos marcando o fim de um jejum de 14 anos sem a construção de um navio no Brasil. O João Cândido é o primeiro de uma série de 22 que nascerão em Pernambuco”.

Investimentos e benefícios não apenas para a economia nacional. “Observamos a mudança do sonho em realidade. Ouvimos muitos depoimentos de gente que deixou a cana de açúcar e hoje é soldador. A perspectiva é de novos ciclos, novas oportunidades e outros tantos sonhos concretizados”, falou o presidente da Petrobrás José Sérgio Gabrielli.

Emocionado, o governador Eduardo Campos agradeceu: “É inevitável e necessário que a nossa primeira palavra seja muito obrigado. Estamos marcando um novo Brasil, um novo Nordeste que não aparece mais como problema, e sim como solução brasileira”. Otimista, o governador ressaltou: “São nessas águas onde vai nascer o maior poço de petróleo do pré-sal que já está sendo estudado, e vamos encontrar”.

Um dos momentos mais emocionantes do evento foi quando o presidente foi ao palanque externo e acompanhou o batismo do navio. No ritual, a madrinha quebrou uma garrafa de champanhe no costado do navio, e fez um discurso desejando boa sorte à embarcação. Para homenagear esses tantos trabalhadores, a madrinha do Suezmax João Cândido foi a soldadora Josenilda Maria da Silva, que é uma das uma das melhores operárias e uma das mais antigas do EAS. “Sinto-me lisonjeada por ter sido escolhida, é muito bom ver o navio pronto e saber que tem um pedacinho meu aí”, falou a soldadora de 32 anos, que mora em Ipojuca, é casada, mãe de dois filhos e trabalha há dois anos e meio no EAS.

João Cândido, conhecido como Almirante Negro, liderou a Revolta da Chibata, um movimento de militares da Marinha do Brasil, planejado por cerca de dois anos. Os marinheiros brasileiros eram vitimas de agressões semelhantes às vivenciadas pelos escravos, mesmo anos após a assinatura da Lei Áurea. O próprio João Cândido levou 250 chibatadas e, apesar de já desacordado, continuou sofrendo agressões. “Vamos homenagear brasileiros que lutaram, sofreram e têm importância, mas, não são reconhecidos”, afirmou Lula, ao explicar o motivo do nome da nova embarcação.

Após o lançamento, a comitiva seguiu para o Recife onde o presidente participou da solenidade de entrega do Conjunto Habitacional Via Mangue III, quando foram entregues os Conjuntos Habitacionais Zeferino Agra e Vila Imperial.

Matérias Relacionadas
- Mutirões limpam galerias em quatro avenidas
- RELAÇÕES INTERNACIONAIS
- I Fórum de Gênero do Recife é aberto na Unicap
- Equipamento de sucção é usado para combater alagamentos no Recife
- Alto Santa Terezinha recebe 2º Encontro Pré Esporte do Mangue
- João da Costa entrega novas ambulâncias ao Samu Metropolitano
- Prefeito prestigia posse dos novos desembargadores do TRE
- Secretaria da Mulher instala feira de artesanato na Macaxeira
- Guardas municipais fazem curso de defesa pessoal
- Procon registra 341 queixas de consumidores em abril
- Coral Novo Milênio participa do 8º Religare Canticus
- PCR promove I Fórum de Gênero do Recife na Unicap
- Codecir capacita homens do Exército para atuar nos morros do Recife
- Lula e João da Costa entregam moradias do PAC no Recife
- Publicada instrução normativa que regulamenta instrutorias da Escola de Gestão
- PCR divulga esquema de serviços para o 16º Festival Nacional da Seresta
- Lula e João da Costa entregam habitacionais nesta sexta-feira (07)
- Exército reforça Operação Inverno 2010 no Recife
- Secretaria da Mulher reativa feirinhas da Economia Popular e Solidária
- Secretaria lança Mapeamento do Trabalho da Mulher


Enviar    Imprimir