Atalhos de navegação:

    Saúde     Consultório na Praça faz mutirão de exames de pele para detectar casos de hanseníase neste sábado Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Saúde

CONSULTÓRIO NA PRAÇA FAZ MUTIRÃO DE EXAMES DE PELE PARA DETECTAR CASOS DE HANSENÍASE NESTE SÁBADO
14:43 Sábado, 5 de Fevereiro de 2011

Fotos: Carlos Oliveira
Ação ocorreu na manhã deste sábado
Ação ocorreu na manhã deste sábado
Evento contou com uma equipe de 20 dermatologistas
Evento contou com uma equipe de 20 dermatologistas

/

Por Tádzio Estevam

Quem passou pela Pracinha do Diario, Centro do Recife, neste sábado (05) encontrou algo diferente no local. Ao som de frevo, dança de rua e distribuição de panfletos, três consultórios foram montados para a realização de um mutirão médico cujo objetivo foi identificar casos de hanseníase na população gratuitamente. A ação, intitulada Consultório na Praça, foi uma promoção da Secretaria de Saúde do Recife em parceria com a Secretaria de Saúde de Pernambuco e com a Sociedade Brasileira de Dermatologia Regional Pernambuco. O evento, que contou com uma equipe de 20 dermatologistas, encerra as atividades alusivas ao Dia Mundial de Luta Contra a Hanseníase, comemorado todo último domingo do mês de janeiro.

As consultas, previstas para começar a partir das 8h, atraíram uma verdadeira multidão que chegou muito cedo ao local. A aposentada Maria do Carmo da Silva, de 72 anos, veio de Camaragibe para fazer o exame. “Escutei na rádio que hoje teria essa ação aqui no centro da Cidade. Cheguei muito antes de abrir o consultório para ser uma das primeiras atendidas”, disse. Dona Maria do Carmo já conta com um histórico da doença. “Tive hanseníase há 20 anos. Fui tratada, mas de um ano para cá comecei a sentir dores nos pés e me preocupei com uma mancha que apareceu no meu corpo, igualzinha a que eu tive no passado. Por isso vim fazer o exame”, comentou a paciente que teve o diagnóstico confirmado mais uma vez.

Levada ao Consultório na Praça assim como Dona Maria do Carmo, a dona de casa Maria José Ferreira, moradora do bairro da Cidade Universitária, e sua filha de cinco anos, não tiveram o mesmo diagnóstico. “Vim porque estou com uma mancha há um ano no meu pescoço e minha filha com uma na barriga. E em caso de dúvida é sempre bom saber o que é isso. Vou fazer o exame”, explicou. Após a avaliação, mãe e filha saíram do consultório aliviadas. “O médico disse que isso não é hanseníase e sim um outro problema de pele”, comemorou.

Em apenas uma hora de funcionamento, os médicos do consultório diagnosticaram cinco casos de hanseníase. Isso foi possível porque no local funcionou um verdadeiro centro médico dermatológico. “O paciente já sai daqui com o diagnóstico positivo ou negativo da doença. Os dermatologistas estão trabalhando com todos os equipamentos necessários realizando testes de sensibilidade com lupa, entre outros”, explicou o médico dermatologista e presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Sérgio Palma.

De acordo com o assessor executivo da Secretaria de Saúde, Tiago Feitosa, a ação foi um sucesso. “O mais importante nessa mobilização é provocar uma repercussão sobre o assunto em locais de grande circulação de pessoas como aqui no centro. Ações como essa tendem a minimizar o medo e o estigma que a hanseníase ainda causa na população. Para nós, gestores da saúde, o diagnóstico logo no início dos sintomas se faz importante porque conseguimos oferecer o tratamento imediato e garantir a cura dessas pessoas”, justificou.

Apesar da ação acontecer em área recifense, a população que não tem domicílio na capital pernambucana, como a Dona Maria do Carmo que reside em Camaragibe, não deverá se preocupar. “Nos casos positivos da doença em moradores de outros municípios, os procedimentos serão feitos da mesma forma. Teremos a relação das unidades que poderão receber os pacientes que residem em Olinda, Paulista, Camaragibe e em outros municípios da Região Metropolitana do Recife”, informou a coordenadora municipal do programa de hanseníase, Milde Cavalcanti. Para Ana Wilma, coordenadora estadual da doença, o caminho é o controle. “A nível estadual, a Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) disseminou a campanha em todos os municípios exatamente para que os números no Estado diminuam. Estamos muito felizes com a mobilização desses atores como a PCR e a SBD”, comentou.

Satisfação para o funcionário público Alcidésio Paiva que ao ver a ação enquanto passava pelo local, resolveu cumprimentar a equipe de profissionais. “Há quatro anos tive hanseníase. Me tratei na Policlínica Clementino Fraga, no Vasco da Gama, durante dois anos e me curei. Acho muito importante essa ação aqui no centro do Recife, pois a divulgação sobre o tratamento e a cura para nós - que somos ou fomos pacientes da moléstia - nos ajuda a vencer o preconceito”, concluiu.

Matérias Relacionadas
- Exames de pele serão oferecidos pela PCR à população neste sábado, na Pracinha do Diario
- Prefeito entrega USF para moradores do Ibura de Baixo
- PCR capacita profissionais de saúde com seminário sobre a hanseníase
- PCR promove seminário sobre a hanseníase para profissionais de saúde
- Ação Cãomunitária mobiliza donos e fãs de cachorros na praça do Cordeiro
- PCR apóia 1a Ação Cãomunitária
- PCR implanta primeiro grupo de auto ajuda no tratamento da hanseníase
- Moradores do Ibura participam de caminhada de luta contra a hanseníase
- PCR realiza caminhada pela luta contra a hanseníase no Ibura
- Profissionais do Samu Metropolitano do Recife atuarão em resgate na região serrana do RJ
- PCR comemora Dia Mundial de Luta Contra a Hanseníase
- Teleatendimento da Ouvidoria Municipal da Saúde ganha novos equipamentos e endereço
- Prefeitura dá as boas-vindas aos novos integrantes do Projeto Asinhas
- Prefeitura faz acolhimento de novos estagiários do Programa de Saúde Ambiental
- PCR apresenta novidades na Saúde Mental do Recife
- Psiquiatra italiano Ernesto Venturini fala sobre luta anti-manicomial no Recife
- Psiquiatra italiano faz avaliação positiva da política de Saúde Mental do Recife
- Psiquiatra italiano visita Secretaria de Saúde
- Atividades circenses para crianças e adolescentes começam nos polos da Academia da Cidade
- Maternidade da Policlínica Arnaldo Marques passa por reforma


Enviar    Imprimir