Atalhos de navegação:

    Saúde     Combate à dengue ganha nova ferramenta no Recife Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Saúde

COMBATE À DENGUE GANHA NOVA FERRAMENTA NO RECIFE
15:27 Quarta-feira, 8 de Junho de 2011

Secretaria Municipal de Saúde lança animação sobre a doença e divulga outras ações de enfretamento ao Aedes aegypti

Por Larissa Correia

A Prefeitura do Recife lança, na tarde desta quarta-feira (08), o vídeo educativo A Dengue em Nossa História. Desenvolvido em animação 3D e 2D, o filme é mais uma ferramenta que a Secretaria Municipal de Saúde utilizará para combater a doença na capital pernambucana. O evento acontece no Teatro de Santa Isabel e terá a participação de aproximadamente 400 pessoas, entre gestores e técnicos da Administração Municipal, estudantes das redes pública e privada de ensino e parceiros da gestão no enfrentamento da enfermidade, que conhecerão a novidade em primeira mão.

“O engajamento da população é fundamental no sucesso das ações de combate à dengue. Como já temos uma rotina estabelecida de atuação dentro da Vigilância Ambiental e da Atenção Básica, decidimos adotar uma abordagem nova, ainda mais lúdica, que contemplasse diversos tipos de público. A animação é informativa e atraente, principalmente para as crianças, que são importantíssimos agentes multiplicadores de informações sobre a moléstia”, apontou o secretário municipal de Saúde, Gustavo Couto.

Além da exibição do vídeo haverá uma apresentação teatral com fantoches. O espetáculo é uma produção do grupo Asas da Imaginação, formado por agentes de Saúde Ambiental do Distrito Sanitário V. O texto fala sobre prevenção e dá dicas sobre formas de evitar a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue.

No hall do teatro estará montado um laboratório exibindo o ciclo de vida do inseto. O público também terá acesso a barracas de brincadeiras educativas e distribuição de material informativo. Participam estudantes das escolas municipais Costa Porto (Ilha Joana Bezerra), Pedro Augusto (Boa Vista), Paulo VI (Linha do Tiro), Octávio de Meira Lins (Vasco da Gama), João XXIII (Várzea), André de Melo (Estância) e Karla Patrícia (Boa Viagem), além da estadual Lagoa Encantada (Cohab).

Vídeo - O curta-metragem A Dengue em Nossa História esclarece de forma simples e direta o processo de chegada e desenvolvimento da doença na capital pernambucana e restante do País, a partir de 1685 – data do primeiro registro em território nacional. Originário do continente africano, o Aedes aegypti chegou de carona ao Brasil em navios-negreiros.

Ao longo de nove minutos, o vídeo ainda destaca sintomas, dicas de prevenção e curiosidades acerca da dengue, além de rememorar ações empreendidas no início do século XX pelo médico e sanitarista Oswaldo Cruz na busca pela erradicação do inseto vetor da enfermidade no Brasil. Em 1955, o mosquito chegou a ser eliminado do País, mas voltou e atualmente infecta mais de 80 milhões de pessoas em todo o planeta, segundo a Organização Mundial de Saúde.

O trabalho levou 60 dias para ser finalizado e envolveu uma equipe de aproximadamente 15 pessoas, entre roteirista, diretor, produtor, ilustradores, desenvolvedores e animadores 3D e 2D, locutores e editores de vídeo, áudio, trilha-sonora e pós-produção. O vídeo utiliza uma técnica mista de animação que mescla cenários 3D e animação em 2D, com recursos de fotografia.

Combate – A campanha Todos Juntos Todos os Dias Contra a Dengue é promovida de maneira intersetorial na Prefeitura do Recife. Ela tem o envolvimento de diversas secretarias, como Saúde; Serviços Públicos; Educação, Esportes e Lazer; Comunicação Social; especial de Relações com a Imprensa; Saneamento; Controle e Desenvolvimento Urbano e Obras; Juventude; e Meio Ambiente.

Um exemplo da mobilização entre as secretarias contempla, pela primeira vez, os 1.070 servidores da Guarda Municipal, Brigada Ambiental e Companhia de Trânsito e Transporte Urbano – vinculados à pasta de Serviços Públicos. Durante alguns meses, eles usarão braçadeiras alusivas à campanha. Uma parte da tropa também será sensibilizada sobre a doença e como identificar e descartar criadouros do mosquito.

Realizadas em todo o território da capital pernambucana, as ações contam com o apoio de parceiros importantes. Eles desenvolvem iniciativas que otimizam, dão suporte ou ajudam o trabalho da Administração Municipal. São eles: Arquidiocese de Olinda e Recife, Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Igreja Universal do Reino de Deus, terreiros de matriz africana, Correios, Banco do Brasil, Wal-Mart, Infraero, Compesa, Anvisa, Exército, Aeronáutica, shoppings Boa Vista, Tacaruna e Plaza Casa Forte, Federação Pernambucana de Futebol, Clube Náutico Capibaribe, Sport Club do Recife e Santa Cruz Futebol Clube.

Também são parceiros da PCR na empreitada o Cremepe, Conselho Municipal da Saúde, Imprensa, Sociedade de Pediatria de Pernambuco, Câmara dos Vereadores, Ministério Público Estadual e Federal, Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães, Universidade Federal e Federal Rural de Pernambuco, Corpo de Bombeiros, Universidade de Pernambuco e Hospital Universitário Oswaldo Cruz. Completam a lista os sindicatos da Indústria da Construção Civil (Sinduscon), dos Condomínios (Secovi-PE), das Escolas Particulares de Pernambuco (Sinepe) e da Indústria da Panificação (SindPão).

Mobilização – Entre as intervenções realizadas pela Prefeitura do Recife para evitar a proliferação do Aedes aegypti e reduzir a incidência de casos da doença na capital estão a contratação temporária de 95 agentes de Saúde Ambiental (ASAs). Eles estão atuando junto aos quase mil profissionais que integram o Programa de Saúde Ambiental (PSA), realizando visitas nos domicílios e estabelecimentos comerciais. Desde abril, os técnicos estão atuando também nos fins de semana, para contemplar as residências que estejam fechadas de segunda a sexta.

Outra medida é a abertura de imóveis que ofereçam risco à saúde e cuja entrada não é permitida pelos responsáveis. Depois de portaria publicada no Diário Oficial, eles podem ser abertos pelos fiscais da Vigilância Sanitária, que são acompanhados por um chaveiro contratado especificamente para a ação. Desde maio, mais de 400 inspeções foram realizadas.

A Secretaria Municipal de Saúde comprou e já está distribuindo dez mil capas para reservatórios. As peças são maleáveis e entregues em localidades com problema de abastecimento de água, exigindo o estoque do produto. Outra ação disponibilizada é a distribuição de material educativo em pontos estratégicos, como shopping centers e mercados públicos; distribuição de hipoclorito de sódio em ações de campo; e a promoção de capacitações sobre dengue para órgãos e instituições diversas, formando agentes multiplicadores.

Profissionais da própria Secretaria também passaram por sensibilizações. Cerca de 300 médicos e enfermeiras da rede foram atualizados a respeito do tema. Protocolos de classificação de risco e manejo clínico foram encaminhados para as unidades tradicionais e postos de Saúde da Família. Junto às unidades conveniadas, a gestão ainda assegurou a retaguarda de leitos para internamento, se houver necessidade. Uma das novidades diz respeito aos exames laboratoriais. A Secretaria ainda instituiu um novo fluxo, reduzindo o tempo de resultado de 15 dias para apenas duas horas.

Números – Até o fim de maio, a Secretaria Municipal de Saúde teve 1.992 notificações de dengue – 50,9% a menos que o mesmo período do ano passado. Dessas, 544 foram confirmadas. O bairro do Ibura, na Zona Sul da cidade, é o que registra maior quantidade de casos notificados e também de confirmados: 206 e 76, respectivamente.

O Recife possui pouco mais de 527 mil imóveis. Desde o início do ano até maio, os agentes do PSA já fizeram cerca de 976 mil visitas. O acesso foi negado 4.997 vezes. Nos estabelecimentos abordados, as equipes encontraram 282.985 criadouros do mosquito Aedes aegypti. Desse total, 186.531 foram tratados e 96.454, eliminados. Nas ações, os profissionais usaram 930 quilos de larvicida biológico e 54 quilos da versão química.

Matérias Relacionadas
- Prefeitura do Recife apresenta filme educativo sobre a dengue
- Secretário Gustavo Couto debate rede de urgência e emergência em fórum estadual
- Profissionais de Saúde do Recife recebem capacitação sobre tabagismo
- Samu Recife é destaque em fórum que discutirá urgências de Pernambuco
- Saúde do Recife promove capacitação sobre tabagismo
- Samu Recife exporta experiência do serviço para a capital do Tocantins
- Oficina discute qualificação de Agentes Comunitários de Saúde do Recife
- Agentes Comunitários de Saúde do Recife terão formação técnica discutida em oficina
- Inspetores sanitários do Recife concluem capacitação oferecida pela Apevisa
- Começam as etapas distritais da 10ª Conferência de Saúde do Recife
- Profissionais do Academia da Cidade participarão de oficina sobre saúde vocal
- Prefeitura do Recife capacita inspetores da Vigilância Sanitária
- Secretário de Saúde participa de discussão sobre comunicação e doenças negligenciadas na Fiocruz Pernambuco
- Prefeitura capacita profissionais que atuarão na segunda etapa do Olhar Recife
- Vacinação contra a gripe no Recife supera meta do Ministério da Saúde
- Gustavo Couto prestigia seminário sobre comunicação e doenças negligenciadas na Fiocruz
- Secretaria de Saúde realiza inúmeras ações em comemoração ao Dia Mundial Sem Fumar
- Profissionais da PCR são capacitados sobre o Olhar Recife
- Secretário de Saúde do Recife participa de discussão sobre Saúde Coletiva em Porto Alegre (RS)
- Microconferências de Saúde acontecem neste sábado (28)


Enviar    Imprimir