Atalhos de navegação:

    Educação, Esporte e Lazer     Secretaria de Educação promove formação sobre racismo institucional Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Educação, Esporte e Lazer

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROMOVE FORMAÇÃO SOBRE RACISMO INSTITUCIONAL
00:00 Segunda-feira, 28 de Novembro de 2011

Carlos Augusto
Capacitação vai se estender até a próxima quarta-feira (30)
Capacitação vai se estender até a próxima quarta-feira (30)

Cerca de 600 gestores estudarão mecanismos de prevenção do racismo institucional, de hoje (28) até a próxima quarta-feira (30)

Por Suzan Vitorino

Com o objetivo de discutir e prevenir o racismo nas unidades educacionais do Recife, gestores e gestoras das escolas municipais estão participando da formação intitulada “Prevenção do racismo institucional na educação”, no Centro de Formação de Educadores Professor Paulo Freire, na Madalena. A capacitação, que teve início hoje (28) e vai se estender até a próxima quarta-feira (30), tem a coordenação do Grupo de Trabalho em Educação das Relações Étnico-Raciais (Gterê), da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (SEEL).

A formação iniciou com a palestra da professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Claudilene Silva, que conceituou o Racismo Institucional. “O termo trata do fracasso coletivo de uma organização em prover um serviço adequado às pessoas por causa da sua cor, cultura ou origem étnica”, afirmou. A professora exibiu para os participantes um vídeo da Unicef sobre o racismo na infância. “É no espaço escolar onde mais se manisfesta o racismo na infância. A escola não pode silenciar diante de situações de preconceito”, alerta.

Em seguida, a professora e pesquisadora Carmen Dolores explicou as origens do racismo no Brasil: a tese do branqueamento (após a abolição, se acreditava que o Brasil precisava construir uma identidade branca), o mito da democracia racial e a tese da mestiçagem (defendida por Gilberto Freyre). A pesquisadora acompanhou 14 escolas municipais e identificou que a lei 10639/2003 – que torna obrigatório o ensino da história e cultura africana e afrobrasileira nas escolas de ensino fundamental e médio – precisa ser aplicada de forma mais profunda. “As gestoras conhecem a lei, no entanto ela precisa ser apreendida como uma política pública, para ser implantada de forma efetiva e para que se construa uma escola democrática”, pontuou.

Uma das participantes do encontro, a gestora da Escola Municipal Severina Lira (Tamarineira), Andrea de Souza Ferreira, já trabalha a temática na unidade educacional. “No dia 16 de novembro, realizamos uma feira no Sítio Trindade com a temática ‘África, nossa origem, nossa história’, que foi muito acolhida pela comunidade escolar. Essa formação é importante, pois complementa essa atividade”, aprova.

Para a professora e coordenadora do Gterê, Fátima Oliveira, a capacitação amplia o conhecimento dos gestores sobre a problemática do racismo nas escolas. “O gestor é um dos atores principais no processo de prevenção. A implementação da Lei 10639/2003 precisa existir não só no conteúdo de sala de aula, mas na organização do espaço físico da escola”, afirma. Segundo Fátima, a direção precisa ampliar essa visão e trabalhar a importância da diversidade da sociedade brasileira.

Matérias Relacionadas
- Prefeitura abre concurso público para professores e auxiliares de desenvolvimento infantil
- Escola para Pais promove mais dois encontros com beneficiários do Bolsa Escola
- Prefeitura capacita gestores para o combate ao racismo institucional
- Estudantes da Rede expõem no Centro Paulo Freire
- Prefeitura apresenta projeto de CMEI à comunidade da UR-5
- Prefeitura promove mais um ciclo de Palestras do “Escola para Pais”
- Beneficiárias do Bolsa Escola Municipal participam de passeio pelo Capibaribe
- Prefeitura apresenta às comunidades os projetos dos próximos Cemeis
- Programa Escola Legal beneficiará escolas públicas do Recife
- Mães beneficiárias do Bolsa Escola Municipal participam de aula-passeio no Rio Capibaribe
- Prefeitura e TJPE implantam projeto Escola Legal na rede municipal de ensino
- VII Caminhada das Escolas Municipais pela Igualdade Racial arrasta multidão no Recife
- Secretária de Educação participa de encerramento do curso de Jogos Didáticos
- Prefeitura divulga normas para realização de matrículas em 2012
- Centro Paulo Freire sedia I Fórum de Educação Integral em Pernambuco
- Estudantes da Comundade do Pilar assistem peça sobre Violência contra a Mulher
- Alunos de escolas municipais ganham concurso e têm trabalhos expostos em ônibus
- Conselheiros municipais de educação participam de encontro em Palmas, no Tocantins
- Orquestra Sinfônica do Recife realiza Concerto Didático para beneficiários do Bolsa Escola Municipal
- Conselheiros Escolares receberam capacitação no Centro Paulo Freire


Enviar    Imprimir