Atalhos de navegação:

    Educação, Esporte e Lazer     Estudantes da Escola Córrego da Bica passam mais uma “Noite na Biblioteca” Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Educação, Esporte e Lazer

ESTUDANTES DA ESCOLA CÓRREGO DA BICA PASSAM MAIS UMA “NOITE NA BIBLIOTECA”
00:00 Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2011

Antônio Tenório
Cerca de 50 crianças participaram do projeto
Cerca de 50 crianças participaram do projeto

Durante toda a noite e madrugada, eles aprenderam a história da África e realizaram várias atividades

Por Marcos da Silva

Pelo segundo ano consecutivo, 50 estudantes concluintes do 5º ano na Escola Municipal Córrego da Bica, do Vasco da Gama, participaram, nesta terça-feira (27), do projeto “Uma Noite na Biblioteca”. Este ano, o tema escolhido para a atividade extraclasse foi “Passeando pela nossa ancestralidade”. Durante três meses, alunos e professores pesquisaram os costumes, a alimentação e a história dos povos africanos. No início da noite, os educandos foram recebidos em um cenário colorido, onde os tecidos que desciam do teto e decoravam as paredes lembravam os mesmos que vestem os negros da África. “Uma Noite na Biblioteca” marca a despedida dos educandos da instituição, que trabalha com estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental.

Ainda no pátio, próximo a uma réplica do baobá – árvore frutífera de origem africana, nativa da Ilha de Madagascar, com altura que varia de 5m a 30m, que produz fibras, utilizadas para confeccionar cordas e tecidos - prateleiras exibiam os orixás do Candomblé: Oxum, Oxóssi, Oxalá, Logum Odé, Obá, Lebara, Axaguaian, Nanã, Iemanjá, Exu, Iroko, Tempo, Ossain, Omulu, Xangô, Oxum Opará e Ogum. No corredor principal, um painel exibia as fronhas de travesseiros pintadas pelos alunos em sala de aula, que reproduziam o hábito da população de N’debele, da África do Sul, de pintar as paredes de suas casas com um traçado multicolorido.

Na chegada, acompanhadas dos pais, as crianças de nove a 11 anos, receberam uma camisa alusiva à ocasião e se concentraram para ouvir a banda afro Povo de Elebara, que se apresentou no palco decorado com o mapa da África e interpretou o Hino do Apartheid, da África do Sul, seguido de Mama África e outras canções, ensaiadas com os alunos.

“Esta ação faz parte do Programa Manuel Bandeira de Formação de Leitores, da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Seel), que todos os anos distribui livros de literatura aos alunos e professores da Rede Municipal de Ensino para que os estudantes sejam incentivados à leitura. A atividade prazerosa estimula a criação de novos leitores e autores de livros. Já temos alunos produzindo livros em nossas escolas. Parabenizo a unidade pela iniciativa e os estudantes pela oportunidade que estão tendo de conviver uma noite inteira com a leitura”, acentuou a secretária de Educação, Esporte e Lazer, Ivone Caetano.

De acordo com a gestora da Escola Córrego da Bica, Anaílse Moura, de 43 anos, 22 deles como educadora, “o modelo do projeto ‘Uma noite na Biblioteca’ surgiu em Portugal. Grande parte dos recursos que recebemos da Prefeitura investimos na compra de livros. Atualmente, temos 2.750 exemplares de literatura em nosso acervo na biblioteca”.

A professora Goretti Costa, de 51 anos, 20 dedicados à sala de aula, ressalta: “No ano passado, nosso tema foi o ‘Fantástico’, contos, assombrações e dramatizações. Este ano, durante mais de três meses, pesquisamos na internet, nos livros e trabalhamos na classe, o continente africano, a música, os costumes, a culinária, a riqueza e a pobreza. Discutimos o preconceito racial que muitos têm”, explicou.

Regiane Gomes de Melo, doméstica de 34 anos é mãe de Ednaldo Vítor, de dez. “Acho ótimo. Este é o último ano dele na escola. Estes eventos são muito importantes para o aprendizado dos alunos”. Vítor esclarece: “Aprendi a história da África. Os desenhos foi o que mais achei interessante”. Mateus Vinícius, 11, não esqueceu a culinária que herdamos dos nossos ancestrais: “tapioca, acarajé, mungunzá...”, disse.

O funcionário público federal e produtor da banda afro Povo de Elebara, considera que iniciativas como “Uma Noite na Biblioteca” educam e desmistificam a ligação que muitos fazem da cultura africana à religião, o candomblé. “A história da África vai muito além e precisa ser conhecida”, revelou.

“Os meninos passam o ano todo esperando este dia. Eles ficam ansiosos em passar uma noite na escola e fazer as atividades”, lembra a gestora Anaílse Moura.

Programação – Depois da apresentação do Povo de Elebara, que contou com a participação dos pré-adolescentes, eles se despediram dos pais e lancharam. Em seguida, assistiram, na sala de vídeos da biblioteca, ao desenho animado “As Aventuras de Azur e Asmar”, produção conjunta da Bélgica, Espanha, Itália e França, dirigida por Michel Ocelot. Depois, fizeram comentários sobre o filme. E a noite continuou com contações de estórias debaixo do baobá, oficinas de artes plásticas, pausa para um cochilo, café da manhã, projeções de fotos do encontro no data show, registro, com caneta, da aventura nas fronhas dos travesseiros, até a chegada dos pais, a partir das 7h40 desta quarta-feira (28).

Matérias Relacionadas
- Servidores de escolas profissionalizantes fazem festa de confraternização
- Alunos da Escola Córrego da Bica passam uma noite na biblioteca
- PCR assina convênio para aquisição de copiadoras multifuncionais para escolas municipais
- Estudantes recebem Menção Honrosa de Olimpíada de Matemática
- Prefeitura instala impressoras de última geração na Rede Municipal de Ensino
- Estudantes de Escolas Municipais recebem Menções Honrosas da 6ª OBMEP
- Secretaria de Educação faz entrega de brinquedos para crianças atendidas pelo Iasc
- Escola Ambiental realiza a última aula-passeio do ano
- Usuários da Academia da Cidade do Parque 13 de Maio transformam comemoração em ação solidária
- Vice-Prefeito recebe cumprimentos pelo seu aniversário
- Escola Cecília Meireles recebe representantes da Inmed
- Experiências do Programa de Correção de Fluxo Escolar são apresentadas no Paulo Freire
- Crianças da Creche Dornelas Câmara comemoram o Natal
- Escola Ambiental comemora oito anos de atividades
- Grandes nomes do frevo são homenageados na Escola Engenho do Meio
- II Sementec é concluído com destaques para os avanços em tecnologia em 2011
- Escola da Prefeitura do Recife é considerada modelo nacional de Educação Alimentar
- Undime completa 25 anos e realiza seminário
- João da Costa participa de Confraternização Solidária dos servidores da Educação
- Papai Noel faz a alegria das crianças no prédio da PCR


Enviar    Imprimir