Atalhos de navegação:

    Cultura     Orquestra Contemporânea de Olinda recebe Mayra Andrade em show no Marco Zero Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Cultura

ORQUESTRA CONTEMPORÂNEA DE OLINDA RECEBE MAYRA ANDRADE EM SHOW NO MARCO ZERO
09:46 Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2012

A cantora, natural de Cabo Verde, canta junto com a rapaziada de Olinda, no sábado de Zé Pereira (18)

O diálogo entre África e Brasil sempre se mostrou profundamente fértil e instigante, principalmente no campo cultural. Mais uma vez, a prova disso estará presente no Palco da Multiculturalidade, durante o Carnaval do Recife. Neste sábado (18), a partir das 22h, a Orquestra Contemporânea de Olinda (OCO) faz um show especial, no Marco Zero (Bairro do Recife), com a participação da cantora africana Mayra Andrade. Na apresentação, as raízes que unem a voz de Mayra e a pegada da OCO estarão presentes, em celebração ao dialeto da música, que é universal.
 
Natural de Cabo Verde, Mayra Andrade faz parte de uma nova geração de cantoras que tem imprimido personalidade ao seu trabalho. De voz marcante, ela procura uma constante renovação da sua música, sem perder o vínculo com o chão onde pisa, a sua base. Características semelhantes estão no trabalho da OCO, que traz o peso dos sopros e uma riqueza de arranjos, em levadas latinas, africanas e, claro, brasileiras. Sem precisar cruzar o Atlântico, ambos conheceram seus trabalhos via internet. A admiração mútua e a similaridade entre a música feita pela OCO e a verve africana de Mayra foi o que possibilitou a união desses dois universos.
 
No show deste sábado (18), Além das canções do primeiro disco homônimo da Orquestra Contemporânea de Olinda, também estarão presentes duas músicas (“Toda Massa” e “Janela”) do novo trabalho, que está sendo produzido por Arto Lindsay, previsto para abril deste ano. Juntos, Mayra Andrade e OCO cantarão seis músicas. Quatro delas são composições da cantora: “Lua”, “Poc Li Denté Tcheu”, “Tunuka” e “Lapidu Na Bo”. Elas são cantadas em criolo (dialeto de Cabo Verde) e ganharão uma roupagem especial, com a cara da OCO, mas sem perder a essência do trabalho da cantora. Eles também interpretarão juntos a música “Joga do Peito”, da OCO, e um clássico do frevo pernambucano, “Trombone de Prata”, do mestre Capiba.

Matérias Relacionadas
- Lenine e Pedro Luís e a Parede fazem “misturada” musical no Marco Zero
- Lustre do Santa Isabel passa por manutenção
- Afoxé baiano Filhos de Gandhy anima Semana Pré do Carnaval do Recife
- Semana Pré continua agitada com DJs na Praça do Arsenal
- Cantora africana Angélique Kidjo ensaia com Naná Vasconcelos para abertura do Carnaval Multicultural do Recife
- Zarco Guerreiro expõe suas famosas máscaras no Museu Murillo La Greca
- Recife tenta atrair versão itinerante do Festival de Montreux
- Muito samba e frevo no pé dos recifenses ao som dos cariocas do Boi Tatá
- Semana Pré esquenta o público para a abertura oficial da folia
- João da Costa participa do Baile da Pessoa Idosa
- Prefeitura do Recife divulga novas datas para entrega de credenciais para imprensa
- Exposição conta história dos homenageados do Carnaval do Recife
- Dominguinhos homenageia Gonzagão na Praça do Arsenal
- Ponte Duarte Coelho será fechada para montagem da alegoria do galo
- Semana Pré do Carnaval do Recife reverencia os 100 anos de Gonzagão
- Agremiações de Pernambuco, Rio de Janeiro e Bahia se unem na Semana Pré do Carnaval Multicultural do Recife
- Metais do Orquestrão e batuques dos maracatus esquentam a semana pré no Recife
- Tropical Beat agita a Semana Pré do Carnaval Multicultural do Recife
- Mineiro Samuel Rosa cai no frevo pernambucano
- Público festeja no Baile Municipal do Recife ao som de Elba Ramalho


Enviar    Imprimir