Atalhos de navegação:

    Carnaval Multicultural do Recife     Quanta Ladeira debuta no Polo Mangue Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 
RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Carnaval Multicultural do Recife

QUANTA LADEIRA DEBUTA NO POLO MANGUE
00:00 Domingo, 19 de Fevereiro de 2012

CléioTomaz
Quanta Ladeira no Polo Mangue
Quanta Ladeira no Polo Mangue
Todo ano é assim. Domingo de Carnaval, às 17h, uma multidão lota o Cais da Alfândega (Bairro do Recife), onde fica o Polo Mangue, para ver um bando de artistas ensandecidos, pulando, cantando e gritando versos impublicáveis, numa verdadeira exaltação ao politicamente incorreto. E no Carnaval Multicultural 2012 não poderia ser diferente. O RecBeat (festival carnavalesco de música independente) recebeu, neste domingo (19), o Quanta Ladeira, o bloco mais anárquico do planeta, que, como de costume, mandou ver com suas paródias ácidas e irreverentes. O público, óbvio, caiu na “greia”!

Lula Queiroga, Zé da Flauta, Silvério Pessoa, Jr. Black, China, Lucky Luciano, Bráulio Tavares. Estes são alguns dos “bons elementos” responsáveis pela garantia de diversão a cada aparição anual do Quanta Ladeira. Há 15 anos, a turma escracha com os assuntos que mais se destacaram ao longo do ano, transformando hits do momento ou clássicos da música em paródias divertidíssimas, onde o que não falta é bom humor e muitos – muitos – palavrões. “O Quanta Ladeira é uma junção de fatores: falta de vergonha na cara da gente, falta do que a gente fazer no Carnaval. E a gente fala muita m.....”, explica Lucky Luciano, um dos fundadores do bloco.

Na edição de 2012, o Quanta Ladeira rendeu homenagens a “WWW” (Wando, Winehouse e Whitney), artistas falecidos nos últimos meses, e falou de um tudo: silicones que estouram, motoristas embriagados, taras, sexo, drogas, política, o mundo da fama. Tudo serviu de munição para a metralhadora giratória do bloco. No repertório de paródias, versões de “Come Together” (Beatles), “Jardins da Babilônia” (Rita Lee), “Os Alquimistas Estão Chegando” (Jorge Ben), “Me Dê Motivo” (Tim Maia), “Vida de Viajante” (Luiz Gonzaga), “Homem com H” (Ney Matogrosso), entre outros.

Este ano, como de costume, a trupe recebeu alguns convidados, como Chico César, Vítor Araújo, Tibério Azul, DJ Dolores. Outros, foram “forçados” a subir ao palco, como o baterista Pupilo (Nação Zumbi) e a cantora Pitty. Quem também marcou presença foi a cantora Luiza Possi, pela segunda vez. “Este é o único momento em que você tem o compromisso de não se levar a sério. De não levar nada nem ninguém a sério. É uma celebração de tudo o que não pode, do que as pessoas querem, mas não podem falar. Aqui, a gente se libera completamente para o politicamente incorreto”, declarou.

E, contrariando as expectativas anunciadas todos os anos, o Quanta Ladeira anuncia que vai acabar, mas sempre volta. “A gente acaba todo ano, assim como o Carnaval acaba todo ano. O Quanta Ladeira segue as regras do Carnaval. Se alguém viu o Quanta Ladeira fora do Carnaval, pode prender, pode matar, pois é alguém mal intencionado. Porque, depois do Carnaval, a gente vira formação de quadrilha”, dá o recado o cantor e compositor Lula Queiroga.
Matérias Relacionadas
- Carnaval com mais limpeza
- Polo Brasília Teimosa anima foliões no bairro do Pina
- Terceira noite do Polo das Fantasias agradou em cheio o público
- Escolas de samba desfilam beleza na Dantas Barreto
- Milhares de pessoas conferem show de Pitty no Ibura
- Mombojó anima o palco do Ibura
- Noite do samba anima Marco Zero
- Nonô Germano embala noite no Polo da Bomba do Hemetério
- Público exalta a Noite dos Tambores Silenciosos
- Festival Rec Beat leva tradição, história e diversidade para o Carnaval
- Encontro de Blocos de Pau e Corda coloca multidão para cantar no Marco Zero
- Romero Amorim é homenageado no Polo Recife Multicultural
- Tambores mirins encantam o Polo Afro
- João da Costa sente o clima da folia no Recife Antigo
- Foliões mirins curtem o Carnaval no Polo das Fantasias
- Setor de Achados e Perdidos ajuda o folião neste Carnaval
- Bois e ursos trazem tradição ao Carnaval Multicultural do Recife
- Espaço Travessia recebe os pequeninos durante a folia
- Central do Carnaval: infraestrutura à disposição do folião
- Expresso da Folia garante conforto para o folião


Enviar    Imprimir