Atalhos de navegação:

    Cultura     Orquestra Sinfônica e Guinga abrem a Mimo no Parque Dona Lindu Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Cultura

ORQUESTRA SINFÔNICA E GUINGA ABREM A MIMO NO PARQUE DONA LINDU
00:00 Quinta-feira, 8 de Setembro de 2011

Fotos: Fernando Silva
8ª edição da Mostra Internacional de Música de Olinda (Mimo)
8ª edição da Mostra Internacional de Música de Olinda (Mimo)
Evento foi prestigiado por Renato L.,Luciana Félix e Lu Araújo
Evento foi prestigiado por Renato L.,Luciana Félix e Lu Araújo

Concerto abriu a programação da mostra que reúne grandes nomes da música instrumental

A esplanada do Parque Dona Lindu, na noite desta quarta (7), foi palco para um dos concertos da 8ª edição da Mostra Internacional de Música de Olinda (Mimo). O violonista Guinga, acompanhado pela Orquestra Sinfônica do Recife (OSR), apresentou-se para um grande público. O evento foi prestigiado pelo secretário municipal de Cultura, Renato L., a presidente da Fundação de Cultura Cidade do Recife, Luciana Félix; a diretora da Mimo, Lu Araújo; além de diversos gestores municipais.

“Nos últimos anos, temos procurado incrementar o intercâmbio do Recife com a Mimo, e o fruto desse esforço é a abertura dessa edição aqui no palco do Dona Lindu”, afirmou Renato L. “É um imenso prazer estar aqui nesse parque e dividir a Mimo com vocês”, complementou Lu Araújo. Sob a regência do maestro Osman Gioia, os arranjos executados pela OSR foram pano de fundo para as melodias de Guinga, que contou também com a participação de Lula Galvão (violão), Paulo Sérgio (clarineta) e Jessé Sadoc (trompete). O repertório incluiu obras como “Abluesado”, “Canção Desnecessária”, “Dos Anjos” e o “Silêncio de Iara”.

Guinga se emocionou ao tocar “Senhorinha”, que compôs para suas filhas e também ao falar da sua vinda ao Recife. “Não estou habituado a tocar para tanta gente, mas quero dizer que é um privilégio estar no Recife e me apresentar ao lado da Orquestra Sinfônica, tocar um baião aqui. Sou descendente de nordestinos, então isso é uma grande oportunidade”, comentou o violonista.

O concerto encerrou ao som do frevo “Vô Alfredo”, repetido no bis sob os aplausos do público. “Já conheço o trabalho de Guinga e queria muito ver esse espetáculo. Moro em Recife, mas sou de Maceió e trouxe dois amigos de lá pra ver o evento comigo. Curtimos muito”, conta a estudante Natália Rodrigues.

Mimo – A Mostra Internacional de Música de Olinda segue até 11 de setembro, com apresentações gratuitas em diversos locais de Olinda, Recife e João Pessoa. A programação completa está no site www.mimo.art.br

Guinga - O compositor e violonista carioca Guinga é conhecido por suas sofisticadas melodias e harmonias. Cantores adoram gravar suas canções e tanto violonistas clássicos quanto populares são seduzidos por suas peças para violão. Suas harmonias incomuns, originais e intrincadas, mostram influências de Villa-Lobos e Debussy, ao mesmo tempo mantendo a ideia e o pulso rítmico de gêneros populares como o samba, o choro e o baião.

Nos últimos anos, Guinga passou a ser convidado para grandes festivais internacionais e a realizar concertos com orquestras sinfônicas. Com uma agenda lotada de concertos pela Europa e os EUA, de Milão a São Francisco, Guinga celebra os seus 60 anos percorrendo o circuito artístico já anteriormente trilhado por Villa-Lobos e Tom Jobim, pilares principais de sua formação musical. Para Guinga, o impressionismo tropical de Villa-Lobos é a marca mais forte da nossa música, uma vez que mescla uma ideia própria de Brasil com a sofisticação da música de origem europeia.

 

Matérias Relacionadas
- Programação variada movimenta teatros municipais
- Curadoria
- SPA das Artes 2011 comemora dez anos com novo fôlego
- Inscrições para a oficina de videoarte no CFAV vão até esta quarta (07)
- Centro de Design do Recife promove bate-papo com a socióloga Verônica Devalle
- Parque Dona Lindu recebe concerto do violonista Guinga com a Orquestra Sinfônica do Recife
- Eduardo Dimitrov lança livro no Museu Murillo La Greca
- Terça Negra comemora 80 anos do Maracatu Nação Almirante do Forte
- Casa do Carnaval abre inscrições para Encontro de Estudantes
- Secretaria de Cultura realiza cadastramento de agremiações
- Programa Multicultural oferece cursos centralizados nas áreas de Música e Produção Cultural
- Pegue & Leve na Biblioteca Popular de Casa Amarela
- Cinema Apolo exibe o drama “Não me abandone jamais”
- Sítio Trindade apresenta peça circense neste domingo (04)
- SPA das Artes divulga a lista dos artistas premiados
- Centro de Design do Recife promove bate-papo com a socióloga Verônica Devalle
- Edilza une o rhythm in blues ao baião em show no Teatro de Santa Isabel neste sábado (03)
- Última chance para conferir Um Rito de Mães, Rosas e Sangue no Hermilo Borba Filho
- Duas peças iniciam temporada no Teatro Apolo
- Cinema Apolo exibe o drama “Não me Abandone Jamais”


Enviar    Imprimir