Atalhos de navegação:

    Saúde     Conselho de Saúde acompanha audiência pública de combate ao crack Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Saúde

CONSELHO DE SAÚDE ACOMPANHA AUDIÊNCIA PÚBLICA DE COMBATE AO CRACK
20:45 Quinta-feira, 12 de Maio de 2011

A audiência aconteceu na Câmara de Vereadores do Recife e reuniu representantes de diversos setores
 
Por Bárbara Travassos
 
O Conselho Municipal de Saúde do Recife (CMS) participou, nesta quinta-feira (12), da audiência pública sobre Políticas de Enfrentamento ao Crack ocorrida na Câmara de Vereadores do Recife. O evento foi uma iniciativa do vereador Luiz Eustáquio (PT) e contou com a participação dos secretários de Saúde e de Assistência Social do Município, Gustavo Couto e Niedja Queiroz; dos representantes estaduais Flávio Campos (Saúde) e Luiz Andrei Viana (Defesa Social); além da Federação Pernambucana de Comunidades Terapêuticas.
 
O coordenador do CMS, Diego Pessoa; a vice-coordenadora, Valderlene Guimarães; e o coordenador da Comissão de Articulação, Marcos Antônio da Silva; estiveram presentes na audiência para acompanhar as propostas de políticas de combate ao crack e exercer o controle social em cima destas. Valderlene Guimarães, que é terapeuta ocupacional, disse que o importante para a Prefeitura do Recife é se preocupar em melhorar cada vez mais a rede já existente de serviços integrados. Ela teve acesso aos dados do Plano Integrado de Atenção ao Crack do Município e considerou boas as ações da gestão baseadas em desenvolver um trabalho com os usuários da droga em Centros de Acolhimento Transitório (CATs), Centros de Apoio Psicossocial (CAPs) e nos 6.100 leitos previstos em Comunidades Terapêuticas. “O cuidado na prevenção e o acolhimento são essenciais ferramentas de enfrentamento ao crack”, falou.
 
De acordo com o vereador Luiz Eustáquio, 97% dos municípios brasileiros têm problemas com o crack e a maioria deles não possui políticas de enfrentamento à droga. “Recife está adiantado. Temos discutido aqui um tripé: combate, prevenção e cura”, afirmou. O secretário de Saúde do Recife, Gustavo Couto, disse que o crack é um problema da sociedade brasileira. “O que devemos é criar uma grande rede de proteção e cuidado com o crack. E para isto, estamos vivendo um bom momento político. Temos o Governo Federal, o Ministério da Saúde, os governos do Estado e do Município com projetos de enfrentamento especificamente para a problemática do crack”, pontuou.
 
O Recife além de estar desenvolvendo o Plano Integrado de Atenção ao Crack, desde 2004 implantou o Programa Mais Vida, que atua com a reinserção social de usuários de drogas com os CAPs, Casas do Meio do Caminho, que funcionam como espécie de albergues terapêuticos, e o projeto Consultório de Rua, baseado em serviço de assistência comunitária que ajuda a retirar usuários das ruas.
 
O representante da saúde do governo do Estado, Flávio Campos, falou sobre ações de combate à droga no âmbito estadual. “Pernambuco lançou, ano passado, o Plano Estadual de enfrentamento ao Crack. Este ano, estamos capacitando os profissionais de hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) para realizar a desintoxicação de pacientes. Além disso, estão sendo ampliadas as barreiras para evitar a entrada de drogas no Estado”, revelou.
 
O gestor de Repressão ao narcotráfico de Pernambuco, o delegado Luiz Andrei Viana, trouxe dados das ações de repressão qualificada, em que o planejamento operacional é realizado através de inteligência policial. “Em 2008, foram apreendidos 88 kg de crack. Já em 2010, este número aumentou para 400 kg”, disse.

Matérias Relacionadas
- Audiência pública discute o crack na Câmara de Vereadores do Recife
- Saúde alerta a população para último dia para vacinação contra a gripe
- Alunos da Rede Municipal recebem ações do Programa Saúde na Escola
- Programa Saúde na Escola realiza ação saudável na Escola Municipal dos Coelhos
- PCR convoca a população a entrar na Campanha Recife Solidário
- Encontros microrregionais preparam RPAs para a 10ª Conferência de Saúde do Recife
- Recife discute anemia falciforme com representantes do Nordeste
- Recife recebe oficina sobre orientação genética com foco em anemia falciforme
- Saúde capacita comerciantes informais de alimentos de Jardim São Paulo
- Vítimas das chuvas recebem assistência da Secretaria Municipal de Saúde
- Imunização contra a Influenza segue no Recife
- SAD Recife realiza oficina para profissionais da Rede Municipal de Saúde
- Saúde discute assédio moral e suas consequências
- Assédio moral no trabalho é tema de evento exclusivo na Prefeitura do Recife
- Profissionais de condomínios do Recife passam por sensibilização sobre dengue
- PCR com inscrições abertas para evento sobre assédio moral
- Agentes de saúde divulgam combate à dengue em shoppings no Recife
- Dia D contra a Gripe recebe crianças, idosos e gestantes nas unidades de saúde do Recife
- Shoppings se engajam no combate à dengue no Recife
- Secretaria de Saúde comemora 100 anos de vida de usuária no Ibura


Enviar    Imprimir