Atalhos de navegação:

    Cultura     Muito samba e frevo no pé dos recifenses ao som dos cariocas do Boi Tatá Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Cultura

MUITO SAMBA E FREVO NO PÉ DOS RECIFENSES AO SOM DOS CARIOCAS DO BOI TATÁ
00:00 Quarta-feira, 15 de Fevereiro de 2012

Fotos: Clélio Tomaz
Os músicos do Boi Tatá transformaram o Arsenal num grande salão
Os músicos do Boi Tatá transformaram o Arsenal num grande salão
Foliões, turistas e até vendedores ambulantes caíram no samba
Foliões, turistas e até vendedores ambulantes caíram no samba

Nesta terça-feira (14), a Capital Multicultural recebeu os músicos do Cordão do Boi Tatá, um dos blocos mais concorridos no Carnaval da Cidade Maravilhosa

Do Centro do Rio de Janeiro para o Bairro do Recife, os integrantes do Cordão do Boi Tatá fizeram acontecer na prévia desta terça-feira (14). O bloco saiu da Rua da Moeda até o palco da Praça do Arsenal, onde fizeram um show com tempero carioca e pernambucano, numa mistura com direito a samba, marchinhas de Carnaval e até frevos de rua.

Com violões, cavaquinho, percussão, bateria, guitarra, trompete, sax e até sanfona, os músicos do Boi Tatá, que há 15 anos animam o Carnaval da Cidade Maravilhosa, tocaram um repertório tão eclético quanto o próprio Carnaval Multicultural, transformando a Praça do Arsenal num grande salão. De marchinhas como Maracangalha, de Dorival Caymmi; passando por Bole Bole, em homenagem ao músico Jacob do Bandolim - que faria 94 anos -; até frevos bem pernambucanos como o famoso Corisco, de Lourival Oliveira e o contagiante Frevo Sanfonado, do mestre Sivuca; os cariocas mostraram porque costumam atrair mais de 40 mil pessoas para a Praça XV no Rio, no domingo de Carnaval. Foliões, turistas e até vendedores ambulantes caíram no samba, confirmando que, pelo menos até a semana que vem, a vida será sim um grande Carnaval.

“A gente fica muito feliz de estar vindo ao Recife pela primeira vez, porque o Cordão, apesar de ser um bloco carioca, que trabalha com a tradição do Rio de Janeiro, do samba, das marchinhas e do maxixe, desde o começo sempre tocou o frevo, é um trabalho que sempre se guiou pelo ciclo das festas populares”, esclarece Kiko Horta, que toca acordeon. “A gente curte muito o Recife, porque a cidade sabe incentivar as tradições. O Rio de Janeiro tem que olhar pro Recife neste sentido”, opina o músico do Cordão do Boi Tatá, que há seis anos passou a realizar o show de Carnaval mais importante do Rio de Janeiro, ganhando o Estandarte de Ouro como o bloco mais musical da cidade. “Nos últimos anos, vir passar Carnaval no Recife, mas foi coincidência encontrá-los aqui e gostei”, revelou, animado, o aposentado Aldo Cordeiro, 62 anos, que também é carioca. A engenheira recifense, Patrícia Antas, não conseguia segurar a euforia. “Tô adorando, é maravilhoso pode dançar samba e frevo ao mesmo tempo. A gente não consegue controlar a animação”.

Matérias Relacionadas
- Semana Pré continua agitada com DJs na Praça do Arsenal
- Cantora africana Angélique Kidjo ensaia com Naná Vasconcelos para abertura do Carnaval Multicultural do Recife
- Zarco Guerreiro expõe suas famosas máscaras no Museu Murillo La Greca
- Recife tenta atrair versão itinerante do Festival de Montreux
- Semana Pré esquenta o público para a abertura oficial da folia
- João da Costa participa do Baile da Pessoa Idosa
- Prefeitura do Recife divulga novas datas para entrega de credenciais para imprensa
- Exposição conta história dos homenageados do Carnaval do Recife
- Dominguinhos homenageia Gonzagão na Praça do Arsenal
- Ponte Duarte Coelho será fechada para montagem da alegoria do galo
- Semana Pré do Carnaval do Recife reverencia os 100 anos de Gonzagão
- Agremiações de Pernambuco, Rio de Janeiro e Bahia se unem na Semana Pré do Carnaval Multicultural do Recife
- Metais do Orquestrão e batuques dos maracatus esquentam a semana pré no Recife
- Tropical Beat agita a Semana Pré do Carnaval Multicultural do Recife
- Mineiro Samuel Rosa cai no frevo pernambucano
- Público festeja no Baile Municipal do Recife ao som de Elba Ramalho
- Show marca o lançamento do CD de músicas carnavalescas
- Exposição conta história de Alceu Valença e José Cláudio
- Alegria, brilho e emoção na festa em comemoração ao Dia do Frevo
- Prefeitura garante serviços para foliões do 48° Baile Municipal


Enviar    Imprimir