Atalhos de navegação:

    Saúde     Banco de Olhos do Recife integra ações da Campanha Estadual de Doação de Órgãos e Tecidos Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Saúde

BANCO DE OLHOS DO RECIFE INTEGRA AÇÕES DA CAMPANHA ESTADUAL DE DOAÇÃO DE ÓRGÃOS E TECIDOS
16:50 Terça-feira, 17 de Maio de 2011

Criado em 2001, é o único da Região Metropolitana do Recife e atende à maioria das demandas de Pernambuco

Por Tádzio Estevam

O Banco de Olhos do Recife (BORE), que funciona no Centro Médico Ermírio de Moraes, na Avenida 17 de Agosto, s/n, Casa Forte, será o último dispositivo da Secretaria de Saúde do Recife a participar das ações que compreendem a Campanha Anual de Doação de Órgãos e Tecidos da Central de Transplantes de Pernambuco (CTPE). No local haverá uma grande mobilização, nesta quarta-feira (18), com panfletagem a partir das 8h. As atividades começaram na última segunda-feira (16). A abertura do evento aconteceu na sede do Samu e passou pelos polos de Jardim São Paulo e Boa Viagem do Programa Academia da Cidade, durante esta terça-feira (17).

O Centro Ermírio de Moraes é referência em oftalmologia no Município. Dentro dele funciona o Banco de Olhos, criado em 2001, o único da Região Metropolitana do Recife que atende à maioria das demandas de Pernambuco, com exceção de outra unidade, que atende ao Vale do São Francisco. A média mensal de doações de córnea chega a 50. Por mês, são realizados aproximadamente 100 transplantes do tecido. A equipe, formada por profissionais da Secretaria de Saúde do Recife, trabalha 24 horas por dia em regime de plantão no Hospital da Restauração, referência em traumatologia em Pernambuco. Ao todo, oito técnicas estão capacitadas para abordar parentes de doadores, captar o tecido, fazer o transporte adequado e prepará-lo para o transplante respeitando todas as normas da Associação Panamericana de Banco de Olhos.

Além das técnicas, a equipe ainda é formada por médicos e enfermeiros. Segundo a diretora da instituição, Ana Catarina Delgado, os resultados do banco são animadores. “Temos muito a comemorar. Até dois anos passados, as pessoas na fila de espera aguardavam em média quatro anos para receberem uma córnea. Atualmente, essa espera caiu para de um até seis meses. Contudo, esse prazo ainda precisa ser menor”, disse.

A córnea - Parte anterior transparente e protetora do olho – o tecido está localizado na região polar anterior do globo ocular – lidera o ranking de doação e transplantes.

Matérias Relacionadas
- Academia da Cidade de Jardim São Paulo recebe sensibilização para a doação de órgãos
- Prefeitura retoma obras da Academia da Cidade na Estância
- Quatro conferências microrregionais de saúde acontecem neste sábado (21)
- Saúde alerta população sobre doenças decorrentes das chuvas
- Prefeitura participa da Campanha de Doação de Órgãos e Tecidos de Pernambuco
- Recife prorroga campanha de vacinação contra a gripe
- Samu Recife qualifica equipes da Academia da Cidade sobre atendimento pré-hospitalar
- Oficina discute o papel dos cuidadores e parentes de pacientes do SAD
- Samu Recife oferece curso de atendimento pré-hospitalar para professores da Academia da Cidade
- Recife prorroga campanha de vacinação contra a gripe
- Prefeitura do Recife financia pesquisa inédita sobre consumo de álcool e trânsito
- Conselho de Saúde acompanha audiência pública de combate ao crack
- Audiência pública discute o crack na Câmara de Vereadores do Recife
- Saúde alerta a população para último dia para vacinação contra a gripe
- Alunos da Rede Municipal recebem ações do Programa Saúde na Escola
- Programa Saúde na Escola realiza ação saudável na Escola Municipal dos Coelhos
- PCR convoca a população a entrar na Campanha Recife Solidário
- Encontros microrregionais preparam RPAs para a 10ª Conferência de Saúde do Recife
- Recife discute anemia falciforme com representantes do Nordeste
- Recife recebe oficina sobre orientação genética com foco em anemia falciforme


Enviar    Imprimir