Atalhos de navegação:

    Direitos Humanos e Segurança Cidadã     Caminhada marca aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos Diário Oficial Agenda do Prefeito Fale conosco

 

RSS lista de noticias do grupo O que é isso?

Direitos Humanos e Segurança Cidadã

CAMINHADA MARCA ANIVERSÁRIO DA DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS

Uma grande marcha pelas ruas do Recife vai marcar as comemorações dos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. O evento, que será realizado pela Prefeitura do Recife em parceria com Governo Federal, acontece nesta quarta-feira (10), e vai contar com a presença do Ministro Paulo Vannuchi, da Secretaria Especial de Direitos Humanos do Governo Federal (SEDH) e da secretária de Direitos Humanos e Segurança Cidadã do Recife, Karla Menezes. A Marcha pretende mobilizar grupo de idosos; juventude da rede de ensino do ProJovem Urbano e da Rede Municipal de Ensino; participantes e profissionais do Academia da Cidade; das entidades LGBTs; da Rede de Articulação em Defesa da Criança e do Adolescentes; defensores dos direitos humanos; dentre outros.

A concentração vai acontecer na rua da Aurora, em frente ao monumento Tortura Nunca Mais, a partir das 13 horas e a marcha sairá pelas ruas do Recife às 15h. No local da concentração serão oferecidos serviços como aferição arterial, teste de glicemia, corte de cabelo, emissão da carteira de trabalho e apresentações culturais com grupos de teatro, dança e música.

Para o diretor de Direitos Humanos da Secretaria de Direitos Humanos e Segurança Cidadã do Recife, Cirilo Mota, a Marcha representa a confirmação que a sociedade está construindo um mundo igualitário, onde todos tenham oportunidades. Essa é a primeira marcha de Direitos Humanos do Brasil que vai reunir vários segmentos e grupos no sentido de fazer uma reflexão das políticas dos movimentos sociais, afirmou. Segundo Cirilo, o momento em comemoração aos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos é um marco da nova agenda mundial pós duas guerras, sendo um evento organizado na contribuição de construção de uma sociedade que respeite a diferença de todos, informou o diretor.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos foi proclamada e adotada pela Assembléia Geral das Nações Unidas no dia 10 de dezembro de 1948. Foi o primeiro documento internacional que reconhece que todos os seres humanos têm direitos e liberdades fundamentais e continua a ser o documento mais traduzido do mundo, segundo o Guinnes World Record. Os 30 pontos que a compõem tratam, por exemplo, do direito à locomoção, à propriedade e da proibição da tortura e do trabalho escravo e à igual proteção da lei.

Matérias Relacionadas
- Projeto Identidade Cidadã atendeu moradores do Córrego da Areia
- Doulas voluntárias são homenageadas pela PCR
- Identidade Cidadã chega ao Córrego da Areia
- Cartilha de enfrentamento à violência contra idosos é lançada pela Prefeitura
- Voluntários da PCR visitam o Jardim Botânico
- PCR lança cartilha sobre os Direitos da Pessoa Idosa
- Prefeitura promove debate sobre Direitos Humanos com jovens
- Presidente Lula lança Projeto Território de Paz em Santo Amaro
- Recife sedia encontro internacional de combate ao turismo sexual
- Voluntariado participa de espetáculo de dança com crianças do Chié
- Seminário Internacional discute exploração sexual de crianças e adolescentes
- Identidade Cidadã beneficia moradores dos Coelhos
- Voluntariado promove oficina de pintura em creche do Pina
- Prefeito em exercício prestigia seminário de Direitos Humanos
- PCR realiza III Semana de Cultura de Campo Grande
- Voluntários passeiam de Catamarã pelo Capibaribe
- Seminário avalia trabalho de erradicação do trabalho infantil
- Prefeitura comemora Dia Internacional do Voluntariado
- PCR comemora luta pelo fim da violência contra a mulher
- Ação do Pronasci beneficia comunidade de Santo Amaro


Enviar    Imprimir